Juara (MT), 20 de novembro de 2017 - 10:26

? ºC Juara - MT

Anuncie

Secretária Lucia explica como funcionam as contas da prefeitura de Juara e o que a nova gestão encontrou de fato (video)

O ex-prefeito Edson Piovesan optou deixar de pagar a folha de pagamento dos servidores municipais de Juara de dezembro, para pagar fornecedores, mesmo tendo recebido uma arrecadação quase em dobro no mês de dezembro, ainda assim, por sua livre iniciativa, priorizou e pagou secretários, chefes e seus colaboradores, fornecedores, deixando centenas de servidores sem salários e sequer providenciou os recursos para a nova prefeita pagá-los.

A informação vem da administração que está sem recursos para quitar as folhas de dezembro e possivelmente também a de janeiro de 2017.

Se for verdade que o ex prefeito pretendeu atingir Luciane Bezerra, na verdade, a atitude, considerada política pela prefeita, castigou de forma cruel os servidores municipais que em sua maioria recebem salários mínimos e estão em grande dificuldade.

A atitude pôde render ao ex gestor um processo por improbidade administrativa, garantem alguns advogados, porém isso não diminui os problemas dos servidores que vivem exclusivamente desse salário, pois não tem outra renda para sustentar suas famílias.

Não é segredo o difícil relacionamento da gestão anterior com os servidores municipais, onde por diversas vezes foram registrados truculências entre a administração e eles. Alguns processos judicias estão em andamento por conta de atitudes interpretadas como perseguidoras, embora a gestão tentasse passar  uma imagem de seriedade e postura austera de "correção" do sistema.  

Para fechar o triste quadro, a folha de pagamento do último mês da gestão anterior não foi paga e nem sequer foram deixados os recursos para pagá-la, embora a arrecadação de dezembro tenha sido o dobro maior.

A secretária de finanças Lucia Marestone explicou com detalhes a imprensa de Juara, na manhã do dia 16, para que a população compreenda o que aconteceu, porque a folha não foi paga e como a administração está tentando resolver. "Lamentamos a opção que a gestão anterior fez, que priorizou pagar os fornecedores e deixar a folha de pagamento. A arrecadação do município passou de 9 milhões de reais. Os repasses extras ultrapassaram mais de 4 milhões de reais, então eles poderiam tranquilamente ter optado por pagar integralmente a folha ainda em dezembro e renegociaríamos com os fornecedores com mais tranquilidade", disse Lucia (Assista na íntegra as declarações da secretária logo abaixo).

Entenda como funciona as contas da Prefeitura:

As contas

As contas públicas funcionam de maneira diferente de contas particulares. A Prefeitura de Juara possui 140 contas onde uma são vinculada e outras não vinculadas:

- Contas vinculadas: São contas cujos recursos são de finalidade especifica e não podem ser usados em outras finalidades. Ex: Conta FETHAB; Conta Saúde, Conta FUNDEB, etc. Não pode usar o dinheiro para pagar outras contas.

- Contas não vinculadas: São contas que a administração pode deslocar para pagar despesas diversas, como folha de pagamento, fornecedores, agua, luz, telefone, alugueis etc.

8 milhões de reais em Conta

- Os ex-gestor Edson Piovesan deixou 8 milhões de reais em contas onde  a maior parte está me contas vinculadas e dentro das contas não vinculadas ele deixou pouco mais de 800 mil reais, que ele deixou para que fosse pago a OSCIP de Sorriso e como caiu num feriado e no dia útil Luciane Bezerra assumiu, ela conseguiu evitar esse pagamento e reservar para pagar o servidores, embora seja insuficiente.  

Recursos disponíveis para folhas de dezembro e janeiro

- A Pref de Juara arrecadou até 17 de janeiro pouco mais de 900 mil reais

- Valor da folha de Dezembro/2016 aproximadamente 3 milhões e 700 mil reais e folha de janeiro/2017 são de 3 milhões e 551 mil reais e mais a folha de 13º que são 151 mil reais. Os recursos disponíveis até dia 17 de janeiro, que podem ser usados para pagar as folhas são de apenas 2 milhões de reais.

- Outras contas que são necessárias serem pagas na faixa de 700 mil reais: duodécimo da Câmara de Vereadores, contas de consumo (agua, luz).  

Impedimento legais

A prefeitura não pode pagar juros e correção de empréstimos e também não pode gastar além dos percentuais exigidos em Lei e fiscalizados pela Lei de Responsabilidade Fiscal o que significa dizer, que mesmo que a Prefeita Luciane quisesse usar todo recurso existente nas várias contas da Prefeitura e pagar os servidores, estaria impedida legalmente para isso. Ela precisa seguir o que determina a Lei de Responsabilidade sob pena de cassação de mandato e processo civil.

Arrecadação

A arrecadação média da prefeitura de Juara é de 5 milhões de reais, porém nos meses de janeiro e fevereiros é bem menor, sendo que em janeiro ficará em 3 milhões apenas e, portanto, não se sabe sobre futuros repasses.

Veja o vídeo com a explicação detalhada sobre a realidade da prefeitura de Juara

 


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo