Juara (MT), 17 de outubro de 2018 - 16:51

? ºC Juara - MT

Brasil

21/05/2018 08:01 Reuters

Justiça limita manifestação de caminhoneiros em rodovias do Paraná na 2ª-feira

SÃO PAULO (Reuters) - A Justiça Federal do Paraná limitou a manifestação de caminhoneiros, que pretendiam bloquear rodovias no Paraná por 72 horas, determinando que eles só protestar em estradas de pista dupla, interditando apenas metade da via, somente durante o período da manhã, ao mesmo tempo em que proibiu a ocupação de estradas de pista simples e uso de violência, sob pena de multa.

“De modo prático, trata-se de conformar “o tempo, o lugar e

o modo do protesto”, a fim de que os outros direitos envolvidos não sejam, ou sejam minimamente, comprometidos”, escreve o juiz Marcos Josegrei da Silva, em decisão que atende parcialmente o pedido da União de uma decisão liminar para impedir prejuízos causados pela manifestação.

Caso não se atenham aos limites definidos pelo Judiciário, os sindicatos de caminhoneiros de bens (Sindicam-PR), de cargas (Sinditac) e a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos estão sujeitos a multa de 100 mil reais por hora, impôs o juiz. 

O protesto está previsto para ter início às 6h desta segunda-feira tendo como alvo a redução a zero da carga tributária sobre o diesel, disse à Reuters o presidente da Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes. A entidade reúne aproximadamente 600 mil dos cerca de 1 milhão de caminhoneiros do país.

Na sua decisão, tomada na tarde da véspera, o juiz federal avalia que a estrada é o “local adequado” para o protesto, mas ressalta que a necessidade econômica de uso das estradas impõe uma restrição aos manifestantes. O mesmo argumento foi usado para circunscrever o bloqueio parcial ao período da manhã. 

O governo está sensibilizado com a alta dos preços e discute formas para reduzir impostos sobre o combustível, disse nesta sexta-feira o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, quando questionado sobre o protesto.

Procurada, a Abcam informou que não incentiva caminhoneiros a interromperem o tráfego, mas protestarem em casa, sem realizar a entrega prevista para o dia. A reportagem não conseguiu localizar um representante da confederação.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo