Juara (MT), 25 de fevereiro de 2018 - 05:41

? ºC Juara - MT

Economia

04/02/2018 17:02 RDNEWS

Frigoríficos seguem entre os 5 maiores empregadores de Mato Grosso - confira

Três frigoríficos estão entre as cinco empresas que mais empregos em Mato Grosso. A JBS, BRF e a Marfrig atuando no processamento animal geram juntas um total de 11.594 empregos no Estado. As três empresas se juntam a Energisa e a Guanabara Agrícola e formam o ranking das cinco empresas que mais possuem funcionários em Mato Grosso.
Os dados constam são da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e foram levantadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) . O balanço é referente a 2016

A JBS - com quase 5 mil colaboradores - opera atualmente em Lucas do Rio Verde com confinamento animal. Além disso, ela atua com processamento, com a parceria de pecuaristas, nos municípios mato-grossenses de Água Boa, Alta Floresta, Araputanga, Barra do Garças, Colíder, Confresa, Diamantino, Juara, Juína, Pedra Preta e Pontes e Lacerda.

Há pouco mais de três anos a empresa tem vivido dias conturbados no Estado. Em 2015 e 2016 trabalhadores sofreram com os fechamentos ou a paralisação de pelo menos sete unidades, nas cidades de Cáceres, Cuiabá, Várzea Grande, Vila Rica, Juará, Matupá e São José dos Quatro Marcos. Nesse último caso, após a demissão de 650 funcionários a empresa firmou acordo com o Ministério Público do Trabalho de Mato Grosso (MPT/MT) para encerrar o processo movido pelos colaboradores.


De acordo com o setor, a JBS ainda é detentora de quase 50% dos frigoríficos de Mato Grosso. No ano passado o nome do empreendimento esteve envolvido em diversos casos de corrupção. Os esquemas ilícitos da empresa foram publicitados após a delação premiada de Joesley e Wesley Batista – sócios e donos do empreendimento – à Procuradoria Geral da República (PGR). Em Mato Grosso, a empresa pagou R$ 30 milhões ao governo estadual em troca da redução de impostos.


Após os problemas, o conglomerado chegou a anunciar a paralisação da produção de carne bovina por três dias em 10 plantas em Mato Grosso e depois concedeu férias coletivas para trabalhadores de quatro unidades, sob a justificativa de adequação do volume de produção.


A BRF Foods, ou Brasil Foods, é a segundo maior empregadora do estado e surgiu após uma fusão entre a Sadia e Perdigão. A gigante emprega mais de 4,8 mil pessoas em Mato Grosso e tem seis unidades produtoras em Mato Grosso.


Eles complexos são um abatedouro de aves em Nova Mutum, abatedouro de aves em Nova Marilândia, uma fábrica de produtos processados em Várzea Grande e um complexo industrial em Lucas do Rio Verde com abatedouro de aves, suínos, processados e fabricação de rações.
Além disso, a companhia possui, ainda, unidades comerciais, granjas, armazéns de grãos, entre outros, nas cidades de Campo Verde, Chapada dos Guimarães, Cuiabá, Sorriso e Ipiranga do Norte.


Quarta maior empregadora, a Marfrig atua em Mato Grosso com processamento bovino Paranatinga, Tangará da Serra e Nova Xavantina. Essa última cidade estava com a unidade de processamento fechada e foi reaberta, como várias outras, após o trabalho realizado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Frigoríficos, instalada em 2016 na Assembleia mato-grossense.


Saindo do campo dos frigoríficos aparece a Energisa, com mais de 2,4 mil empregados. A empresa atua em Mato Grosso desde 2014 quando recebeu a aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para realizar a gestão da antiga da Rede Cemat, então concessionária de energia que após uma crise acabou entrando em um processo de recuperação judicial.


A Guanabara Agrícola é o quinto empreendimento do setor privado que mais emprega no estado, com um folha contendo mais de 1,6 mil funcionários. A empresa realiza cultivo de cana de açúcar e está situada na cidade de Nova Olímpia, a 207 km de Cuiabá.


Empregos públicos


Apesar do alto número de empregos gerados pelas empresas frigoríficas em Mato Grosso, o líder no ranking de empregadoras é uma instituição pública. A secretaria de Estado de Educação (Seduc) tem 17.271 funcionários, segundo o MTE, sendo que na segunda colocação aparece a Polícia Militar (PM) com 7.792 empregados.


Na terceira e quarta colocação estão duas secretarias municipais de Cuiabá. A secretaria municipal de Educação tem 5.786 funcionários e a municipal de Saúde tem 5.209. O quinto maior empregador no setor público é a Secretaria Estadual de Saúde (SES), com um quadro de 4.261 pessoas.


Todos esses números são levantados pelo Ministério do Trabalho e divergem no caso das secretarias municipais da Capital. Segundo as secretarias municipais de Saúde e de Educação, ao final de 2016 as pasta tinham 5.407 e 5.500 funcionários, respectivamente.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo