Juara (MT), 21 de abril de 2019 - 03:13

? ºC Juara - MT

Esporte

08/04/2019 05:45 Gazeta Esportiva

Vasco vence Bangu e decide com o Flamengo

Vasco e Flamengo vão decidir o título estadual de 2019. Em partida disputada na tarde deste domingo, no Maracanã, pela segunda  semifinal, a equipe de São Januário derrotou o Bangu por 2 a 1 e garantiu a classificação para a final do Campeonato Carioca. Os gols só saíram no segundo tempo, Bruno César, de pênalti, com ajuda do VAR, e Yan Sasse anotaram os gols da equipe cruz-maltina, enquanto Yaya Banhoro marcou o gol do time de Moça Bonita.

O Vasco fez um primeiro tempo muito irregular e o técnico Alberto Valentim foi muito hostilizado pela torcida, mas melhorou no segundo tempo e mostrou objetividade para marcar os gols que garantiram a sua vitória e vaga para a decisão. O Bangu foi um adversário valente que foi superior no primeiro tempo, quando perdeu algumas oportunidades para golear. No final da partida, jogadores das duas equipes se desentenderam, os reservas entraram em campo e o árbitro precisou ser enérgico para controlar os mais exaltados.

O jogo –  Como era de esperar, os dois começaram a partida com posturas diferentes. Apoiado pela torcida, o Vasco partiu para o ataque e encontrou o adversário bem postado na defesa. Aos três minutos, Marrony arrancou pela esquerda e tocou para a conclusão de Bruno César, mas a defesa banguense bloqueou o chute. O time de Moça Bonita tentou dar a resposta com um chute longo de Marcos Júnior, mas a bola bateu em Ricardo e a defesa aliviou o perigo.

Depois desse lance, o Bangu passou a equilibrar mais a partida, prendendo mais a bola no meio campo. Aos oito minutos, após boa arrancada de Jairinho a bola sobrou para Alex Chander que chutou fraco e Fernando Miguel defendeu sem problemas.

Para tentar surpreender a boa marcação do Bangu, Alberto Valentim trocou Rossi e Marrony de lado. Aos 14 minutos, o zagueiro Anderson Penna arrancou desde a defesa e entregou para Anderson Lessa que invadiu pelo meio e chutou forte, mas a bola saiu perto da trave direita de Fernando Miguel. Aos 15 minutos, Rossi acertou João Lucas com o braço e recebeu cartão amarelo. O árbitro ainda consultou o VAR, mas manteve a sua decisão inicial. jogada .

A equipe dirigida por Ado continuava melhor em campo.Jairinho se deslocava pelas laterais e levava vantagem sobre os adversários e os volantes Felipe Dias e Marcos Júnior chegavam com frequência nas proximidades da área. Aos 19 minutos, após nova jogada de Jairinho, a bola ficou com Marcos Júnior que bateu para defesa de Fernando Miguel.

A torcida do Vasco irritada com o desempenho da equipe vaiava alguns jogadores e hostilizava o técnico Alberto Valentim. Aos 25 minutos, Rossi sentiu uma lesão e pediu para sair. A torcida pediu Pikachu, mas Valentim resolveu colocar Yan Sasse, o que provocou novas ofensas ao treinador.

Na sua primeira intervenção, Yan Sasse derrubou Marcos Júnior na entrada da área, o que resolvou em novos xingamentos ao treinador. Anderson Lessa bateu forte e a bola encobriu a trave defendida por Fernando Miguel.

Aos 35 minutos, após rápida troca de passes, a bola ficou com o João Lucas que bateu fraco, mas a bola desviou em Ricardo e quase enganou Fernando Miguel, mas a bola saiu. A resposta do Vasco veio com um chute forte de Yan Sasse que encobriu o travessão defendido por Jefferson Paulino.

Aos 43 minutos, o goleiro Fernando Miguel salvou o Vasco ao defender um chute forte de Yaya Banhoro após bom passe de Marcos Júnior. O final do primeiro tempo foi marcado por vaias da torcida cruz-maltina. O Vasco voltou para o segundo tempo com Raul no lugar do volante Bruno Silva.

O time de São Januário marcou o primeiro gol aos sete minutos. Após cobrança de escanteio, Lucas Mineiro foi agarrado na área por Rodrigo Lobão.  O VAR foi acionado e marcou a penalidade máxima que Bruno César bateu forte no canto esquerdo, para colocar o Vasco na frente. Aos 11 minutos, o Bangu deixou tudo igual. Após lançamento do goleiro Jefferson Paulino, o lateral Dieyson arrancou pela esquerda e cruzou para Yaya Banhoro entrar rápido e tocar para as redes de Fernando Miguel.

Três minutos depois, o Vasco desempatou, através de Yasse Sasse que recebeu lançamento de Cáceres, se livrou da marcação e bateu de perna esquerda, sem qualquer possibilidade de defesa para o goleiro do Bangu. Depois do gol, o técnico Alberto Valentim caiu de joelhos para agradecer. Ele tinha sido muito vaiado quando colocou Sasse em campo.

Numa tentativa de tornar sua equipe ainda mais ofensiva, o técnico Ado trocou o volante Felipe Dias pelo experiente meia Tchô.  Para atender à torcida que pedia a entrada de Lucas Santos desde o primeiro tempo, Alberto Valentim colocou o jogador revelado nas categorias de base na vaga do experiente Bruno César.

Mais tranquilo depois de passar à frente do marcador, o time do Vasco passou a segurar a bola para explorar os espaços concedidos pelo adversário, já que o Bangu precisava marcar dois gols para virar o placar e garantir a passagem para a decisão.

Aos 32 minutos, após cobrança de escanteio, Anderson Lessa tocou de cabeça e Tchô concluiu por cima. Dois minutos depois, Marrony recebeu de Lucas Santos e cruzou. A zaga desviou mas a bola sobrou para Tiago Reis que chutou. A bola voltou a bater na zaga e sobrou para Yan Sasse que tentou a bicicleta e levou perigo ao gol defendido por Jefferson Paulino.

O treinador Ado decidiu arriscar tudo e trocou mais um volante por outro atacante. Nos acréscimos, os jogadores se desentenderam após uma dividida na lateral e vários reservas dos dois times entraram em campo, o que obrigou o árbitro a distribuir cartões amarelos para vários jogadores, inclusive para os que estavam no banco.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo