Juara (MT), 17 de outubro de 2019 - 04:11

? ºC Juara - MT

Esporte

04/07/2019 07:54 Gazeta Esportiva

Peru vence o Chile e enfrenta o Brasil na final da Copa América

O Peru venceu, nesta quarta-feira, o Chile por 3 a 0 na Arena do Grêmio, em partida válida pela semifinal da Copa América. Com um desempenho acima da média, os peruanos simplesmente fizeram uma marcação forte e pouco permitiram aos chilenos. Flores, Yótun e Guerrero marcaram para os finalistas do torneio.

Na partida, os destaques ficaram para as atuações de Gallese, Flores, Carrillo, Cueva e Guerrero. Apesar de ter criado chances de gols, o selecionado chileno parou no paredão chamado Gallese.

Assim o Peru enfrenta o Brasil neste domingo, às 17h(de Brasília), no Maracanã, pela final da Copa América. Caso o confronto termine empatado no tempo normal, a decisão irá para a prorrogação e persistindo a igualdade o título será encaminhado nas penalidades. Por sua vez, o Chile pega no sábado a Argentina, às 16h (de Brasília), na Arena Itaquera.

O Jogo – Os peruanos começando pressionando os chilenos. Com 01 minuto, Guerrero recebeu lançamento na esquerda, cortou Medel, e tocou para Cueva. O meia do Santos chutou dentro da área e perdeu grande chance de abrir o placar. Já a resposta do Chile veio, aos 06, Sánchez tocou para Beausejour que tocou curtinho para o centro da pequena área. Aránguiz pegou de primeira, mas chutou para fora. Que chance perdeu o selecionado chileno.

Com uma postura surpreendente, o Peru chegou mais uma vez levando perigo, aos 19, Flores recebeu de Guerrero na esquerda, invadiu a área e bateu mascado à esquerda de Arias. Aos 20, Cueva cruzou da direita, Carillo desviou de cabeça e Flores pegou de trivela mandando para o fundo da rede.

Em desvantagem o Chile se lançou para o ataque, aos 22, Aránguiz lançou na direita, Isla desviou para dentro da área, e a bola atravessou toda a pequena área e ninguém chegou para tocar para dentro. A marcação dos peruanos dificultam o setor de criação do selecionado chileno. Aránguiz tem sido muito bem vigiado não consegue ser o diferencial.

De forma afobada o goleiro Arias saiu da meta, aos 37, Carrillo faz lançamento para a área e Yótun apareceu livre para encher o pé ampliando a vantagem. Na tentativa de descontar o Chile se mandou ao ataque, aos 43, Aránguiz bateu o escanteio, a defesa vacilou e Fuenzalida pegou de primeira. Gallese faz linda defesa.

Na etapa inicial o Peru adotou uma estratégia ousada que acabou funcionando e complicou o Chile. Usando uma marcação alta, os peruanos conseguiram anular os principais destaques chilenos.

Para o segundo tempo, os comandados de Reinaldo Rueda avançam as suas linhas ofensivas. Com grande atuação, o atacante Flores, do Peru sentiu dores no tornozelo direito e foi substituído por Gonzáles. Aos 05, Aránguiz cobrou falta no primeiro pau, Sánchez desviou de cabeça, e a bola carimbou a trave. No rebote, Guerrero afastou o perigo.

Precisando reverter a desvantagem o Chile abriu espaços para o contra-ataque do Peru. Aos 14, Carrillo puxou contra-ataque, abriu para Guerrero, que cruzou para Cueva. O meia tocou para Yotún, que pegou muito mal na bola e chutou por cima do gol. Que chance os peruanos perderam de matar o jogo. Aos 17, Cueva recebeu da direita, carregou e chutou por cima da meta de Arias.

Bem fechado na defesa, o Peru não permitiu que o Chile penetrasse na área, restando apenas os chutes de longa distância. Aos 19, Aránguiz recebeu e pegou bonito na bola, e quase acertou o ângulo esquerdo de Gallese. Três minutos depois, Beausejour foi lançado da esquerda, pegou de primeira com efeito e o goleiro peruano faz uma defesa espetacular de mão trocada.

Que baita oportunidade os chilenos perderam, aos 29, Eduardo Vargas recebeu lançamento, saiu livre na área, mas Gallese operou um milagre. Aos 30, após rebote da zaga, Isla encheu o pé e a bola passou muito perto do gol do arqueiro peruano. Parece que definitivamente hoje não é dia do Chile, aos 35, Vidal finalizou e Gallese defendeu mais uma vez. Aos 36, Sánchez finalizou forte da área e o arqueiro defendeu firme.

Mesmo com todo o esforço, os chilenos não conseguiram reverter a vantagem dos peruanos. Assim o Peru e Brasil se enfrentam pela primeira vez na final da Copa América. Nos acréscimos, aos 45, Tapia lançou no meio da defesa e achou livre na pequena área Guerrero. O camisa 9 driblou Arias e meteu para o fundo da rede. Aos 49, após consultar o VAR, Wilmar Roldan marcou penalidade para os chilenos. Vargas resolveu dar uma cavadinha e Gallese defendeu com uma mão.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo