Juara (MT), 23 de agosto de 2017 - 00:02

? ºC Juara - MT

Juara

18/05/2017 15:12 Acesse Notícias

Condenada há 46 anos, Aline Macedo cumprirá 2/5 da pena e menor envolvido esta solto

               Entenda o que acontecerá com cada envolvido 

Durante a última terça-feira (16) foi proferida a sentença onde a justiça condenou Aline Macedo com a prisão de 46 anos de reclusão por crime de latrocínio contra o popular Seninha e Alessandra Scheffer. Além de Aline, dois menores estavam envolvidos no crime sendo que um foi assassinado e outro, preso na época quando era menor de idade, se encontra em liberdade.

A promotora de Justiça, Roberta Seregatti avaliou que a sentença foi no sentido em que o Ministério Público esperava, sendo pela condenação de Aline Macedo pelos dois latrocínios e corrupção de menores.

O total da pena para a acusada foi de 46 anos, somando todos os crimes. Desse tempo considerando que Aline faz jus a progressão de regime de pena, ela vai cumprir aproximadamente 17 anos em regime fechado. A promotora explicou em entrevista exclusiva para a Rádio Tucunaré que esse número pode se alterar pelo fato de haver as remissões pelo trabalho e estudo feitos pela acusada.

Inicialmente para cada crime, Roberta Seregatti, explicou que o juiz fixou para 25 anos, porém o Código Penal Brasileiro prevê uma atenuante da menoridade, ou seja, quando o condenado praticou o crime tinha menos de vinte e um anos de idade, a pena tem que ser reduzida. Por conta desse motivo, a reprimenda foi diminuída para o caso de Aline sendo fixada em 21 anos e nove meses por cada crime.

Em regra, os menores não ficam sob nenhuma condição, eles ficam em plena liberdade. - Roberta Seregatti. 

Latrocínio: Para o crime de latrocínio, a fração de progressão é de 2/5, pois é considerado crime hediondo, quando é considerado de extrema gravidade.

Corrupção de menores: Nas acusações de corrupção de menores, a progressão se dá cumprimento de 1/6 da pena.

A promotora Roberta Seregatti informou que como foi calculado o total de crimes fixados em 21 anos e 9 meses e também somou-se a condenação por corrupção de menores sendo de 1 ano e 6 meses por envolvidos. Somando todos os anos de condenação chegou-se ao total final de 46 anos de prisão.

Roberta relatou que nos autos do processo confirmou-se que Aline realmente foi a mentora do crime. A acusada já havia trabalhado na residência de uma das vítimas, motivo que facilitou ao acesso no local.

Willian que era um dos menores envolvidos no crime foi assassinado e encontrado no Morro do IBAMA em Juara a cerca de cem metros da casa de sua mãe.

Com relação ao Kaike que já havia sido condenado e em seu depoimento disse que não se arrependeu de ter participado do latrocínio, a promotora de justiça explicou que o processo foi feito de forma diferente, porque ele era menor de 18 anos quando praticou o crime.

A lei da criança e do adolescente diz que quando condenado, o menor pode ficar até três anos apreendido. “No caso do Kaike, ele não ficou preso nesse período e segundo informações, ele já está em liberdade inclusive aqui no município de Juara”. Revelou a promotora.

Roberta Seregatti explica que o código penal prevê que uma comissão multidisciplinar faça avaliações periódicas dos adolescentes apreendidos, e a comissão indicando que o menor se regenerou e está apto a ser inserido na comunidade, ela da um parecer favorável para a liberdade do adolescente.

“Em regra, os menores não ficam sob nenhuma condição, eles ficam em plena liberdade”. Anunciou.

Aline Macedo continuará presa no município de Arenápolis porque em Juara não tem presidio feminino.

LEIA também: 

Justiça condena Aline Macedo a 46 anos de prisão por crime de latrocínio contra Senninha e Alessandra Scheffer

Kaike, condenado por latrocínio contra seninha e Alessandra diz que não se arrepende

Policia Judiciária Civil em Juara prende três suspeitos de assassinar o garoto Willian

Corpo do menor Wilian é encontrado em estado avançado de decomposição (vídeo na galeria)

Menor acusado de latrocínio de casal em Juara deve deixar internação

Mãe de acusada de latrocínio em Juara pede perdão à família das vítimas

Divulgada imagem de mulher acusada de crime contra casal em Juara


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo