Juara (MT), 16 de dezembro de 2017 - 10:36

? ºC Juara - MT

Juara

12/06/2017 07:28 Acesse Noticias e Rádio Tucunaré

EXCLUSIVO: Agencia Nacional do Petróleo confirma à Rádio Tucunaré a realização de estudos em Juara e região-veja mapa

Em entrevista exclusiva à Rádio Tucunaré e Site Acesse Notícias, através da assessoria de imprensa, técnicos da Agencia Nacional de Petróleo-ANP, confirmam que Juara e demais cidades do Vale do Arinos estão entre as 50 cidades de Mato Grosso que estão sendo investigadas como potencial petrolífero e outros minérios. Veja lista aqui 

A região em estudo por empresa terceirizada da ANP, abrange vários municípios e é muito maior em extensão territorial do que meramente o Vale do Arinos, a visão macro, do ponto de vista do país, mostra que essa Bacia abrange grande parte do estado de MT. A essa área, atualmente em estudos, dá-se o nome de Bacia do Parecis.

Todos os seis blocos ofertados na Bacia de Parecis, em Mato Grosso, considerada nova fronteira e com potencial de gás natural, foram arrematados pela Petrobras na 10 rodada de licitações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Entenda sobre a Bacia do Parecis

A Bacia dos Parecis é uma das bacias intracratônicas brasileiras. Está localizada na Região Centro-Oeste do  território nacional, entre as bacias do Solimões, Alto Tapajós e Paraná, no antepaís da Cordilheira dos Andes. Ela brange uma área de 500.000km2 nos estados de Rondônia e Mato Grosso acumulando até cerca de 6.000 metros de sedimentos paleozóicos, mesozóicos e cenozóicos,  essencialmente siliciclásticos, com alguns calcários e  evaporitos. A bacia ocupa o setor sudoeste do Cráton Amazônico, entre os cinturões de cisalhamento Rondônia e Guaporé. Os limites sudeste e nordeste da bacia são os arcos do Xingu (Almeida, 1983) e Rio Branco do Guaporé (Soeiro, 1981), respectivamente. As rochas sedimentares da bacia, depositadas em ambientes continental e marinho são ricas em matéria orgânica, fato que levou a Petróleo Brasileiro S.A. – PETROBRAS, a investigar a presença de hidrocarbonetos na bacia.LEIA AQUI 

Entrevista

 1-Rádio Tucunaré:  quais as cidades (50) listadas para receberem a investigação sísmica da ANP em MT? 

Resposta ANP: A pesquisa abrange 50 municípios do Estado do Mato Grosso e 4 do Estado de Rondônia.

  Veja aqui a lista de cidades

     Veja aqui o Mapa 

2- Rádio Tucunaré: Caso Juara esteja na relação acima, que indícios de presença de petróleo e/ou outros existem para tal investigação? 

Resposta ANP: A Bacia dos Parecis é ainda muito pouco conhecida do ponto de vista exploratório para óleo e gás. Embora pouco explorada, a bacia apresenta potencial petrolífero promissor, caracterizado pelas exsudações de gás ao longo do rio Teles Pires, além de ocorrências pontuais de óleo em afloramentos de rochas em Mirassol do Oeste.

Para aumentar o entendimento do potencial exploratório da Bacia dos Parecis, a ANP está realizando extenso levantamento sísmico na região. A pesquisa sísmica tem por objetivo investigar os grandes baixos estruturais da Bacia dos Parecis, caracterizados por espessa seção de sedimentos, bem como os atuais limites da referida bacia sedimentar. Dessa forma, avaliará se a configuração é ou não adequada para a geração e acumulação de petróleo ou de gás natural. É importante registrar que o estudo da ANP é regional e pesquisas mais detalhadas são necessárias para identificar possíveis acumulações de petróleo, pois a sísmica é um método indireto de pesquisa. Somente com a perfuração de poços é que se pode comprovar a presença de petróleo. 

3- Após estudos concluídos, quais as condições que o órgão considera viável, para proceder com a exploração dos minérios?  Entre a realização do estudo técnico e a efetiva implantação de supostos pontos de extração, qual o tempo estimado? Quais os processos legais desde os estudos até início da exploração? 

Resposta ANP : No Brasil, a concessão de áreas para que empresas explorem e produzam petróleo e gás natural é feita através de rodadas de licitação conduzidas pela ANP. Nessas rodadas, a ANP oferta blocos de exploração, definidos pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que são arrematados pelas empresas. A definição desses blocos leva em consideração os estudos feitos pela ANP, como a pesquisa sísmica que está sendo realizada na Bacia dos Parecis. 

Após a assinatura do contrato com a empresa vencedora do leilão, tem início a fase de exploração, cuja duração (em anos) varia de uma área para outra e durante a qual a empresa realiza estudos para verificar a presença de petróleo e/ou gás natural. Caso a concessionária considere que a descoberta é comercial, tem início a fase de produção, quando começa de fato a produção de petróleo e/ou gás natural. Caso não considere comercial, o bloco é devolvido à ANP. 

5- Sobre as sondas dos caminhões, como se da a captação e interpretação das ondas vibratórias? 

Resposta ANP : Essa pesquisa sísmica utiliza caminhões que emitem vibrações (ondas sonoras) em pontos predeterminados ao longo das rodovias envolvidas na locação do projeto. Essas ondas atravessam as rochas que ocorrem em subsuperfície, são refletidas e retornam para a superfície, onde são registradas em equipamentos específicos, denominados geofones. A partir do tempo de viagem das ondas sonoras e posterior tratamento dos dados, são geradas imagens do subsolo. Nessas imagens podemos identificar e rastrear as camadas rochosas que ocorrem em subsuperfície. 

6- Além das áreas abordadas em beiras de estradas, segundo alguns produtores, há locais de terras na região de itapiúnas, por exemplo, com suspeitas de presença de minérios devido as características visuais da terra, porém por estarem em locais distantes das margens rodoviárias não receberão o estudo. Para locais com essas dificuldades de acesso via asfalto, como é feita a sondagem? 

Resposta ANP : Conforme já explicado, a pesquisa permite conhecer o potencial da bacia sedimentar em questão, a Bacia dos Parecis, englobando toda a região ocupada pela bacia. Ressaltamos ainda que não é possível constatar a presença de petróleo e gás natural por aspectos visuais da superfície. 

7- Caso algum proprietário de terra suspeite ter em sua área, a presença de algum minério, como deve proceder para obter algum estudo? 

Resposta ANP : A formação de jazidas de petróleo e gás ocorre necessariamente dentro de uma bacia sedimentar, contudo, nem todas as bacias sedimentares são portadoras de petróleo e gás. É necessário que ocorram rochas sedimentares ricas em matéria orgânica (rochas geradoras), bem como rochas porosas e permeáveis (rochas reservatório) e uma série de condições e processos específicos para que o petróleo e o gás gerados sejam acumulados em estruturas, de onde é extraído pelas companhias de petróleo. 

A ocorrência de Indícios de petróleo e gás natural são comuns nas bacias sedimentares brasileiras, sem que contudo, esteja relacionada a acumulações comerciais de petróleo e/ou gás. 

Caso algum proprietário suspeite de ocorrências de petróleo e/ou gás natural, é indicado que entre em contato com o CRC da ANP informando a localização. 

Esclarecemos que a determinação da locação das pesquisas realizadas pela ANP são baseadas em estudos técnicos que determinam os locais mais adequados para coleta de dados. 

8- No que se refere a presença de minérios nos municípios de Juara, porto dos Gaúchos, Novo Horizonte do Norte e Tabaporã, que compõe essa região. Que tipo de indícios existem de existência de minérios?  Favor relatar por município. 

Resposta ANP : A pesquisa sísmica está sendo realizada exatamente para identificar se a Bacia dos Parecis, que engloba esses e outros municípios, tem ou não configuração adequada para a geração e acumulação de petróleo ou de gás natural. 

9- O que significa para um município, que possua alguma jazida com potencial explorável, em termos de benefícios sociais? 

Resposta ANP : É necessário que os blocos exploratórios sejam incluídos pelo CNPE em uma rodada de licitações da ANP e arrematados por uma empresa ou consórcio para que haja atividade exploratória na região. Essas atividades podem desempenhar um importante papel socioeconômico, com geração de empregos e desenvolvimento econômico da região.

VEJA AQUI OUTRO DOCUMENTO DA ANP


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo