Juara (MT), 20 de novembro de 2017 - 14:15

? ºC Juara - MT

Juara

07/11/2017 15:39

Para Lorão do Macarena a CPI provoca insegurança na população devido a várias crises políticas que a cidade viveu

O Ex Vereador, ex prefeito interino de Juara Lorão do Macarena e pai da vereadora Uliane Macarena, nomeada presidente da CPI que deve investigar denúncias apontadas pelo promotor de justiça e enviadas Câmara de Juara com pedido de providencias, concedeu entrevista a Rádio Tucunaré e site Acesse Notícias.

Lorão declarou que pretende orientar sua filha vereadora Ulliane Macarena, para que faça um trabalho transparente para a população entender o que é uma CPI, pois “no momento em que se abre uma CPI, algumas pessoas ficam na esperança de que a prefeita seja afastada e as coisas não funcionam assim”, disse.

A câmara terá 90 dias para verificar a documentação que foi encaminhada pelo ministério público a Câmara, afim de fazer esse levantamento e assim, "com a experiência que eu tenho, eu vou dizer para minha filha, que faça seu trabalho com honestidade e transparência para toda a população", disse.

Jurídico sem vínculos

Sobre assessoria jurídica da CPI, o ex vereador considera que manter o advogado da câmara para esses trabalhos não seria justo para essa CPI. “Eu gostaria que essa comissão sentasse com o presidente e pedisse a contratação de um advogado que não tivesse interesse com partes nenhuma, ou seja, um advogado neutro, que ficasse bem claro para a população, que a decisão que fosse tomada pela comissão, com a presença de um advogado, uma decisão justa, que não atacaria a pessoa pela parte política e sim, pelo erro que possa ter acontecido e se não tiver em erro nenhum, parabéns para prefeita! E ela terá oportunidade de explicar para a população”, explicou seu ponto de vista.                                                                                        


Com certeza, a população fica insegura pelo que vem acontecendo, o município já passou por vários momentos críticos na política e agora mais essa situação que nós se encontramos"- Lorão do Macarena

O ex-prefeito justificou que o advogado atual da câmara também é advogado de Oscar Bezerra, que é marido da prefeita investigada. E a esposa do advogado é também advogada da Câmara e embora sejam profissionais, que estejam recebendo para fazer o seu trabalho, nesse caso, “um advogado sem grupo político onde a sua opinião seja neutra seria o ideal”, pontuou.

Relembrando acusações que sofreu durante sua gestão, o ex prefeito interino Lorão do Macarena considerou: "O gestor hoje paga muito caro para ser gestor. E isso aconteceu comigo também quando fui prefeito por sete meses. Houveram alguns, comentários da minha gestão, mas isso foi apurado e temos a consciência tranquila”, disse.

O que ele espera da CPI é que a câmara faça o seu papel de apurar os fatos de forma clara, para que a população saiba o que está acontecendo em nosso município.

O repórter Fernando José perguntou: Lorão, de uma certa forma, assim como foi na sua gestão, também na gestão da prefeita Luciane Bezerra. Mesmo que a CPI seja um processo investigatório, de uma certa forma, causa preocupação na população Juarense?    

Lorão respondeu:” Com certeza, a população fica insegura pelo que vem acontecendo, o município já passou por vários momentos críticos na política e agora mais essa situação que nós se encontramos”.

Ao encerrar, Lorão considerou: “a Câmara está bem estruturada com pessoas experientes e com certeza vão desempenhar o seu papel com qualidade brilhante e dar o respaldo que a população precisa”.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo