Juara (MT), 20 de novembro de 2017 - 14:26

? ºC Juara - MT

Juara

08/11/2017 17:04 Acesse Notícias

Acusado de assassinar homem em bar de Juara no ano de 2012 responderá em liberdade

Aconteceu na última terça-feira, 07, o julgamento de José Aparecido Dias Ferreira, acusado de assassinar Joaquim Gonçalves Lima no dia 11 de março de 2012, após uma discussão em um bar no Bairro da Creche.

Pedro Flory Nogueira, juiz da 3ª Vara Criminal, esteve presidindo o júri e entrevista à reportagem da rádio Tucunaré disse que o réu foi condenado por homicídio simples com pena de 6 anos. O magistrado disse que José Aparecido estava respondendo em liberdade desde 2014, dois anos após o crime. Após a condenação, o acusado irá responder em liberdade.

O defensor público Laerte Jaciel esteve fazendo a defesa do réu e relatou que em sua tese, seu assistido praticou o homicídio privilegiado, aquele quando é feito sob o domínio de uma compreensível emoção violenta, compaixão, desespero ou motivo de relevante valor social ou moral, o que contribui com a diminuição de culpa do homicida.  

A promotora de justiça, Roberta Sheregatti, falou ao site Acesse Noticias que irá analisar a sentença em gabinete para ver se é necessário recorrer. Ela lamenta que a pena da tentativa de homicídio foi pequena.

“A lei no homicídio simples é tão injusta que o autor tira a vida de uma pessoa e é condenado com uma pena de 6 anos, nem para a cadeia vai”, desabafou a promotora. Ela justificou que não critica o juiz que segue o que está em lei, e a pena para o crime de homicídio simples é pequena.

O próximo júri irá acontecer no dia 23 de novembro, quando os réus Eduardo Agues da Silva e Antônio Rodrigues da Silva, após um assassinato ocorrido no ano de 1991, no Bairro Jardim América.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo