Juara (MT), 17 de dezembro de 2017 - 02:16

? ºC Juara - MT

Juara

02/12/2017 10:41 Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Vereadores de Juara

Parte da população se mostra indecisa sobre desafetação de ruas para construção de escola em Juara

A população juarense participou na noite de sexta-feira, 01 de dezembro, de uma Audiência Pública, em frente ao Ginásio Ângelo Sinval Riva, para debater dois projetos que deram entrada na Câmara Municipal.

Na pauta dos debates, dois projetos que irão alterar a rotina dos que moram ou cruzam pelas Ruas Cuiabá de Pirapora. Os projetos números 045/2017 e 049/2017, de autorias do Poder Executivo pretende desafetar as referidas ruas para dar lugar a construção de um edifício onde será instalada uma escola modelo.

Apesar da importância do assunto, pouca gente participou e de acordo com alguns vereadores a Audiência Pública não foi ainda capaz de medir o que querem os moradores, as pessoas ficaram divididas sobre o empreendimento.

Alexandre, morador da localidade há mais de 20 anos demonstrou preocupação com o início e a finalização da obra.

“O receio que tenho é que uma obra deste tamanho, comece e fique inacabada a exemplo de outras existentes em Juara. Em tudo o governo faz um estardalhaço em propaganda e depois não vira nada. Lógico que sou a favor da escola, mas não nesta localidade, precisamos falar mais sobre isso” sugeriu o morador.

Dona Ína, uma das pioneiras de Juara se posicionou favorável a obra. “Temos que abraçar tudo o que vier de bom prá cidade. Se não for aqui, que seja em qualquer outra área, mas não podemos perder os recursos do governo para a construção desta escola” declarou.

A vereadora, Marta Dalpiaz (PSB) saiu da Audiência Pública sem uma definição de como ficará a proposta de desafetação das Ruas Cuiabá e Pirapora. “Só iremos votar estes projetos depois de muitos debates com a comunidade, a impressão que temos é que a maioria aqui presente não quer a escola nesta localidade. É evidente que a maioria decide e isso nós vamos respeitar. O projeto vai continuar tramitando na Câmara até que se ache uma solução para o caso” disse.

O vereador Léo Boy (PR) cobrou mais atenção da Prefeitura Municipal em relação aos projetos enviados para análise dos vereadores. “Esta Audiência Pública deveria ter sido realizada pelo Poder Executivo, a prefeita é quem deveria conversar com o povo sobre isso, mostrar fotografias, a maquete de como será a escola. Ela simplesmente enviou os projetos de desafetação para a Câmara Municipal e deixou a decisão por nossa conta. Claro que íamos buscar na população a decisão final. Foi o que fizemos e voltaremos a debater esta questão. Já rastreamos outras áreas e elas existem, não tem que ser obrigatoriamente aqui a construção da escola modelo” argumentou o parlamentar.

O presidente da Câmara Municipal, vereador João Rissotti (PSDB), defendeu que outros encontros devem ser realizados entre as autoridades e a população para se buscar uma decisão final. “Não podemos jamais perder estes recursos do governo do estado e do governo federal, a escola é uma necessidade para Juara, porém o Poder Legislativo é democrático, continuará analisando os projetos e só vai votar depois que todos estiverem de acordo. A nossa resposta será de acordo com o que a comunidade decidir” garantiu o presidente.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo