Juara (MT), 25 de setembro de 2018 - 00:03

? ºC Juara - MT

Juara

12/01/2018 13:58 Acesse Notícias

Juiz relaxou a prisão flagrante dos acusados por entender que eram somente usuários de drogas e não haviam provas de outros crimes

Em decisão judicial Juiz da 3º Vara Criminal Pedro Flory Diniz Nogueira da Comarca de Juara liberou quatro acusados presos em flagrante pela PM com substancias análogas a entorpecentes e vários objetos, por falta de provas.

Durante a abordagem foi localizado dentro de uma geladeira, um cigarro de substância análoga a maconha e pequenas porções deste entorpecente. Ademais, foi encontrado em baixo do sofá, uma quantidade de meia barra de substancia análoga à maconha, um botijão de gás que estava com uma espécie de cigarro narguilé, uma quantidade em dinheiro no valor de 7 reais na carteira de um dos usuários e 20 reais na carteira do outro.

Ao todo foram apreendidos: meia barra de substância análoga a maconha, um cigarro de substância análoga a maconha, uma tesoura de cabo vermelho, um celular Samsung preto, um celular LG Preto, um celular J7 Prime branco, um celular Samsung preto, um relógio de cor dourada, um botijão de gás de cor verde, um botijão de gás de cor prata, um computador de marca Asys de cor preta, um quadro de bicicleta de cor vermelha, uma lata de tinta espray de cor preta, uma quantia de 7 reais em dinheiro, outra quantia de 20 reais em dinheiro, um narguilé artesanal, uma motoneta Honda Biz de cor preta e sem placa.

Leia Polícia militar prende 4 pessoas com substancias análogas a entorpecentes e vários celulares

De acordo com a decisão, o juízo decidiu que o flagrante estava “nebuloso”, pois não ficou comprovado que os maiores forneceram bebidas alcoólicas aos menores, ficando somente comprovado o uso de entorpecentes, fato que não autoriza a prisão em flagrante e, portanto, não se enquadra nos crimes apontados pelas autoridades policiais e assim, relaxou a prisão flagrante dos acusados.

Não ficou provado ainda, nenhum envolvimento com o furto de botijões de gás e nem de tráfico de drogas e, portanto, os acusados foram imediatamente colocados em liberdade.

Leia a decisão judicial que liberou os referidos acusados: decisao_judicial.pdf


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo