Juara (MT), 21 de novembro de 2017 - 07:06

? ºC Juara - MT

Mundo

19/10/2017 14:51 Estadão Mundo

Ataque contra base militar no Afeganistão deixa mais de 40 mortos

KANDAHAR, AFEGANISTÃO - Pelo menos 43 soldados morreram e outros 9 ficaram feridos, nesta quinta-feira, 19, em um ataque coordenado pelo Taleban contra uma base militar na Província de Kandahar, no sul do Afeganistão, na terceira ação do grupo contra as forças afegãs nesta semana.

Um extremista suicida detonou um carro-bomba contra uma base do Exército no distrito de Maiwand, por volta das 2h50 (20h20 de quarta-feira em Brasília). O ataque foi seguido de um confronto armado com os militares, disse o porta-voz do Ministério da Defesa, Mohamed Radmanesh.

Em um comunicado, o departamento disse que no momento do ataque havia 60 soldados na base, sendo que além dos mortos e feridos, outros seis permanecem desaparecidos. Um funcionário local, no entanto, disse que ao menos 50 pessoas teriam morrido e outras 20 ficado feridas na ação.

"Dez agressores foram mortos", relatou o ministério, que deu por finalizada a ação e afirmou que já se recuperou o controle da Base Chashmo, onde uma delegação foi enviada para investigar os detalhes do ataque.

"Achamos que os invasores usaram pelo menos um Humvee (veículo militar) cheio de explosivos, que detonaram na entrada da base. Temos de verificar se havia vários deles, mas, infelizmente, não sobrou nada no campo. Queimou tudo", declarou o porta-voz do Ministério, general Dawlat Waziri.

Uma fonte dos serviços de segurança disse que "um único Humvee roubado do Exército" foi usado. "Quando esse tipo de veículo é enchido de explosivos basta um só para causar enormes estragos. Explodiram a base. Não resta mais nada, apesar dos muros de proteção", disse esse funcionário.

Os taleban reivindicaram a autoria do atentado através de um comunicado do porta-voz insurgente Yusuf Ahmadi, confirmaram se tratar de um ataque coordenado e asseguraram ter destruído cinco veículos blindados das tropas afegãs.

Ahmadi também disse que o número de mortos entre os agentes das forças de segurança chega a 60, mas em outras ocasiões similares, os insurgentes ofereceram informações tendenciosas sobre o alcance das suas ações.

Mortos e feridos no ataque desta quinta foram levados para o hospital da base militar de Kandahar, a grande cidade do sul do país. O distrito de Maiwand é uma área afastada, em uma zona particularmente exposta, 80 quilômetros ao oeste de Kandahar e a cerca de 20 km do limite com Helmand, a "província da papoula", onde o Taleban controla dois terços do território.

Os insurgentes também são acusados de lançar uma novo ataque aéreo, nesta quinta, no distrito de Ghazni, ao sul de Cabul. "Pelo menos dois policiais foram mortos no ataque a seu posto" no distrito de Andar, já atacado na terça-feira, anunciou o chefe da Polícia provincial de Ghazni, Mohamed Zaman.

Este é o terceiro ataque de grande magnitude realizado nesta semana pelos Taleban contra bases das forças de segurança, depois que última terça-feira morreram 48 pessoas e 161 ficaram feridas em um quartel da polícia de Paktia e outras 25 morreram em Ghazni. As duas ações seguiram o mesmo padrão, com a explosão do carro-bomba seguido de confrontos armados. / EFE, AFP e REUTERS.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo