Juara (MT), 21 de abril de 2019 - 02:25

? ºC Juara - MT

Mundo

30/03/2019 06:51 R7

Colômbia afirma estar surpresa com críticas de Trump sobre narcotráfico

O governo da Colômbia se declarou surpreendido pelas declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nesta sexta-feira (29), nas quais criticou o presidente colombiano, Iván Duque, por não deter o tráfico de drogas rumo ao seu país.

"O presidente Donald Trump, na reunião que teve com o presidente Duque, afirmou que o que via era colaboração por parte do governo colombiano e ontem, em um relatório entregue pelo Departamento de Estado, assim o reconhece. Por isso, me surpreende essa declaração", afirmou a jornalistas o ministro de Defesa da Colômbia, Guillermo Botero.

Trump se referiu nesta sexta-feira à Colômbia e ao seu presidente, Iván Duque, a quem qualificou como "realmente um bom sujeito", embora em seguida tenha comentado que "estão chegando mais drogas" aos Estados Unidos desde que ele assumiu a presidência, em 7 de agosto do ano passado.

"Não fez nada por nós", lamentou o presidente americano, sem dar mais detalhes, depois de visitar o lugar onde integrantes do Corpo de Engenheiros do Exército dos Estados Unidos estão reparando um velho dique no lago Okeechobee, no centro da Flórida.

No último mês de fevereiro, Trump recebeu Duque em Washington e insinuou que a Colômbia estava atrasada na erradicação de cultivos de coca.

"Estamos trabalhando juntos para que a Colômbia erradique algo do que estão cultivando na Colômbia. Neste momento, eu não diria que estão (cumprindo) antes do programado, mas espero que o façam em algum momento no futuro próximo", disse Trump ao receber Duque no Salão Oval.

O presidente colombiano pediu então para falar sobre o assunto e garantiu que "nos primeiros quatro meses" do seu mandato foram erradicados "60.000 hectares, muitas mais dos que foi destruído nos seis meses anteriores".

Ao término dessa reunião Duque assegurou à imprensa que ele e Trump compartilham uma "visão clara" sobre a estratégia para combater o tráfico de drogas.

Trump ameaçou em setembro de 2017 eliminar a certidão à Colômbia na luta antidrogas, ou seja, incluir o país em uma lista negra onde figuram as nações que descumprem seus compromissos internacionais contra o narcotráfico.

Segundo o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), os cultivos de coca na Colômbia cresceram 17% em 2017, até alcançar um recorde de 171.000 hectares, 25.000 a mais que em 2016.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo