Juara (MT), 21 de agosto de 2017 - 10:52

? ºC Juara - MT

Policia

24/04/2017 13:59 Acesse Notícias

Mulheres embriagadas fazem “barraco” ao serem detidas e danificam viatura da Polícia Militar em Juara

Durante o feriado de sexta-feira (21), a polícia militar se deparou com uma discussão familiar e ao deter as envolvidas no fato, duas delas danificou a viatura policial. Uma terceira envolvida agrediu outra pessoa e uma delas ainda perdeu a guarda de seu filho recém-nascido pelo motivo de ingerir bebida alcoólica de maneira imoderada.

O soldado PM Lorenssetti narrou com exclusividade para a equipe de reportagem da Rádio Tucunaré, que no Bairro Continental na Rua São Geraldo foi registrado uma ocorrência de desentendimento familiar durante o feriado do dia 21 de abril.  

Lorenssetti explicou que a guarnição da PM foi acionada via 190 pela proprietária de uma residência informando que uma ex- esposa de seu filho entrou no domicilio juntamente com sua irmã e mais uma amiga que agrediu o filho da proprietária.

Chegando ao local, a guarnição policial se deparou com as três mulheres em uma situação muito exaltada. Ao dar voz de prisão para as envolvidas, elas se voltaram contra os policiais que fizeram uso de algemas para conter as mulheres.

Segundo informações repassadas pelo PM Lorenssetti, uma dessas pessoas veio a danificar a viatura policial, quebrando um limpador de para-brisa. “Nesse exato momento a guarnição conteve ela e ao coloca-la no compartimento de carga na viatura, a irmã da mulher chutou a viatura que teve a lateral danificada”.

As duas mulheres foram encaminhadas para o 21º batalhão. A terceira mulher que estava no local da discussão não tinha envolvimento com o fato ocorrido de danificar o patrimônio público, porém ao ficar na residência veio agredir uma prima da vítima com um golpe de capacete.

A mulher agredida foi até o batalhão e confeccionou o boletim de ocorrência no mesmo boletim que estava sendo confeccionado. A terceira mulher foi detida juntamente com as outras duas amigas que danificaram a viatura policial.

Motivo da discussão

O soldado PM Lorenssetti explicou que entre os motivos da discussão estava o consumo de bebida alcoólica de maneira descontrolada. Ele ainda ressaltou que a ex-mulher da vítima estava com um filho recém-nascido e vinha ingerindo bebida alcoólica deste o início da tarde de sexta-feira e no período da noite ela foi levar o bebe para o ex-marido que se recusou a receber a criança alegando que a Ex estava em visível estado de embriaguez.

A mulher estava com seu novo namorado na residência do pai da criança, pelo fato do ex-marido recusar ficar com o recém-nascido, ela o agrediu.

O conselho tutelar foi acionado. Informações repassadas para as conselheiras dão conta que a mulher agressora havia deixada de amamentar seu filho recém-nascido por conta da bebedeira.

De posse dessas informações, o conselho tutelar retirou a guarda da criança da mãe irresponsável. A guarda foi passada para a avó paterna até o andamento jurídico da situação.

A vítima não havia inserido bebida alcoólica e estava sóbrio ao ser abordado pelos policiais.

As duas primeiras mulheres envolvidas no fato devem responder pelos crimes de dano ao patrimônio público, lesão corporal e desacato. A terceira mulher vai responder por lesão corporal.

Nossa equipe de reportagem não teve acesso aos nomes das envolvidas no crime.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo