Juara (MT), 15 de dezembro de 2017 - 01:57

? ºC Juara - MT

Policia

28/11/2017 14:37 Acesse Notícias

Polícia civil identifica quarto envolvido em furto de 10 mil reais e apreende ferramentas

Mais uma pessoa foi identificada por estar envolvida no furto de objetos e de uma bolsa com 10 mil reais que estava dentro de um veículo estacionado num supermercado na região central de Juara. Eram quatro pessoas que estavam detidas na cadeia pública do município, mas de acordo com o delegado Carlos Henrique, o quarto elemento foi liberado para responder em liberdade uma vez que não foi preso em flagrante. Todos possuem passagens por delegacias em outros municípios e condenações por furtos, sendo que pesava sob um deles dois mandatos de prisão em aberto.

Durante entrevista coletiva para a imprensa, o delgado revelou que a prisão e identificação dos criminosos foi possível após imagens de câmera de monitoramento de estabelecimentos comerciais terem sido verificadas. Em uma das filmagens mostra o autor do furto da bolsa com dinheiro no estacionamento de um supermercado e através de outras imagens é possível o ver recebendo o apoio de outra pessoa que estava em um veículo Volkswagen Up! de cor branca.                                                                                        .

Os três acusados era de Cuiabá e o quarto elemento, também da capital do estado, já morou em Juara nos anos de 2014 e 2015, conforme confessou aos policiais. Durante as entrevistas individuais, cada uma apresentou uma versão e somente um confessou a autoria do ilícito.

“A constituição [federal] veda a exposição da imagem de qualquer dado individualizador de um cidadão antes do transito em julgado, uma vez que esse indivíduo não foi se quer indiciado e o inquérito se quer está pronto, não podemos coloca-los em um julgamento público e prévio, a polícia civil como também guardiã das leis precisas presar pela imagem desses indivíduos, mesmo que de fato tenham cometido o crime”, explica o delegado.

Conforme informações repassadas a reportagem da rádio Tucunaré e site Acesse Notícias, os indivíduos chegaram em Juara na sexta-feira, 24, e alugaram uma casa numa chácara pertencente ao município de Novo Horizonte do Norte. O proprietário da residência denunciou aos policiais que dois dos capturados mais um quarto elemento ficava no local. Ele foi liberado após apresentar a versão de que mesmo efetivando o aluguel, não sabia da intenção dos locatários.

Em revista minuciosa no local foram localizadas máquinas furadeiras de impacto, martelos elétricos, máquinas de esmerilhamento, blocas, chaves de fenda com grosso calibre que são utilizadas por pessoas que praticam ilícitos contra o patrimônio com rompimento de obstáculos, como furto a cofre forte, rupturas de grades.

Os ladrões utilizam a tecnologia de um aparelho bloqueador de sinal quando a vítima tentou travar seu carro, o que facilitou para o criminoso abrir a porta e levar consumar o furto. Carlos Henrique orienta a população que ao utilizarem seus veículos e os trava-los, verifiquem se a porta realmente foi travada.

Referente a informação de que os mesmos acusados estariam envolvidos em um recente assalto a um posto de combustível, o delegado informou que todos negaram o envolvimento nesse crime.

A promotora de justiça, Roberta Sheregatti, narrou que o juiz de plantão reconheceu a irregularidade da prisão em flagrante e a converteu em prisão preventiva. “O que se espera é que continuem presos até que a defesa faça um novo pedido e demostrem a desnecessidade da prisão deles”, diz.

Porém, a reportagem da rádio Tucunaré teve acesso com exclusividade ao nome dos indiciados que são: Emanuel Borges de Brito, Juliano Bezerra Pereira e Leandro Borges Soares. Ambos responderão pelo crime de furto qualificado, previsto no Artigo 155  § 4º do Código Penal. A  pena prevista é de 2 a 8 anos.

De acordo com a promotora, mesmo que sejam condenados, eles não vão cumprir a prisão em regime fechado que exige condenações acima de oito anos. “Infelizmente, mesmo se condenados, eles cumprirão a pena em regime aberto”, lamenta Dra. Roberta.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo