Juara (MT), 14 de novembro de 2018 - 12:29

? ºC Juara - MT

Policia

27/06/2018 11:04 Acesse Notícias/Rádio Tucunaré

Justiça mantem prisão preventiva de acusados de sequestrarem pecuarista em Juara.

Em cumprimento do pedido de prisão preventiva expedido pelo Ministério Público em Juara, a polícia civil logrou êxito em capturar na manhã de terça-feira (26), Paulo Coragem e seu filho, Reginaldo, ambos acusados de estarem envolvidos no sequestro do pecuarista João Bertoco, ocorrido no último dia 19 de junho.

Conforme apurou a reportagem da rádio Tucunaré e site Acesse Notícias, os acusados seguem detidos em sela provisória da delegacia da polícia civil e a defesa alegou que seus clientes apresentaram problemas de saúde.

No dia do crime, a polícia civil capturou em flagrante delito uma mulher, identificada pelo nome de Adriana, filha de Paulo Coragem. Ela estava com João Bertoco dentro de um carro.  Após passar por audiência de custódia, Adriana foi colocada em liberdade, porém deve usar tornozeleira eletrônica.

Diante dos fatos, o delegado da polícia civil, Carlos Henrique Engelman, disse durante entrevista para a imprensa local, que foi instaurado um inquérito policial para investigar as circunstâncias que o crime ocorreu e apurar a participação de cada uma das pessoas no evento.

Os crimes

A polícia civil investiga atualmente os crimes de sequestro e cárcere privado e possível extorsão mediante sequestro “uma vez que ao que foi noticiado, os autores do fato estariam exigindo da vítima, uma vantagem econômica que supostamente seria indevida uma vez que um contrato civil que mantinham com uma pessoa, não seria propriamente a vítima e sim uma esposa ou ex-esposa da vítima”, disse o delegado.

Segundo Carlos Henrique, todos os três acusados utilizaram seus direitos constitucionais e individuais de permanecerem calados ao interrogatório com relação ao histórico do fato e disseram que irão se manifestar perante o juízo em que eventualmente forem processados.

No momento da prisão dos acusados, o delegado disse que foi uma captura tranquila e não houve qualquer reação negativa por parte dos dois homens e no momento da apresentação, não foi necessário ser utilizado o uso de algemas.

Nesse momento, Paulo Coragem e Reginaldo, aguardam as deliberações do juízo quanto à manutenção de suas prisões ou eventual colocação em liberdade, bem como ao destino carcerário que deverão ser encaminhados.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo