Juara (MT), 25 de fevereiro de 2018 - 06:12

? ºC Juara - MT

Regionais

12/02/2018 07:19 Acesse Noticias

Engenheiro do INDEA de Porto dos Gaúchos explica sobre exigência legal de cadastramento das propriedades de soja

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) prorrogou o prazo para o cadastro de propriedades produtoras de soja da safra 2017/2018. A Portaria Indea nº 017/2018, de 9 de fevereiro de 2018, a ser publicada no Diário Oficial, estende o prazo para até 05 de março. O cadastro online é feito por meio do Sistema de Defesa Vegetal do Estado de Mato Grosso (Sisdev), pelo endereço eletrônico http://vegetal.indea.mt.gov.br/SISDEV/.

O engenheiro agrônomo de Porto dos Gaúchos Alquias Souza em entrevista à rádio Tucunaré site Acesse Notícias, que desde o no início do ano foram iniciadas as atividades de cadastramento das áreas produtoras de soja os produtores e como o prazo foi prorrogado, agora têm até o dia 05 de março, quer seja cadastro inicial, se tiver iniciando na atividade, ou atualização o cadastro que já foram feitos nos anos anteriores. “Essa é uma obrigatoriedade da legislação”, explicou.

O engenheiro avaliou, que a entrada do plantio da soja no Vale do Arinos é para ficar , pois está na regição desde 2010 constatando um crescimento acelerado das lavouras de soja e atuou em Tabaporã, no novo Horizonte do Norte, Juara  e agora está em Porto dos Gaúchos.

Conta Alquias, que ao chegar na região, notou que havia cerca de 2.000 hectares plantados com soja e hoje está acima de 32.000 hectares plantados e a perspectiva de aumento é grande.

O agronegócio da soja é altamente especializado e existe várias empresas no município, com assistência técnica necessária ao agricultor. “Não existem amadores nessa área, pois trabalham com correção de solo e insumos de boa qualidade”, disse.

O INDEA é um órgão que trabalha com a defesa vegetal e animal, e os engenheiros agrônomos os cuidam da parte defesa vegetal. 

Todas as doenças que são de controle Oficial do Estado, onde existe doença ou praga, na soja por exemplo, a ferrugem asiática, no algodão existe o Bicudo do Algodoeiro, e assim, para que possamos praticar as atividades de defesa é necessário que seja efetuado o cadastro das lavouras de soja, acompanhar o vazio sanitário, que é uma metodologia para reduzir a incidência da ferrugem asiática, quanto do cadastramento das lavouras de algodão, explicou.

O que se percebe ao andar pelos municípios é existência de propriedades, onde o proprietário não sabe que é necessário fazer o cadastramento e a equipe do INDEA a procura orientar para que seja feito esse cadastramento inicial ou atualização do existente.

Outras orientações são feitas com relação as embalagens de agrotóxicos, que precisam ser devolvidas e orientação para aquisição de sementes, para evitar aquisição de sementes clandestinas, encerrou o engenheiro.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo