Juara (MT), 22 de junho de 2018 - 22:17

? ºC Juara - MT

Regionais

01/05/2018 19:23 Acesse Notícias/Rádio Tucunaré

Repúdio: repórter de Juína foi agredido física e verbalmente por mulher. Veja vídeo

Um repórter da equipe da rede Record e rádio Meridional de Juína-MT foi agredido verbalmente e fisicamente por uma mulher, no momento em que narrava um acidente de trânsito.

O que deveria ser mais um registro de acidente de trânsito, como cotidianamente os veículos de comunicação fazem, para bem informar a população, acabou em uma nova ocorrência policial, na manhã desse dia 01 de maio.

De acordo com a versão do repórter agredido Jones Luz, ao narrar por telefone ao vivo, os detalhes do acidente no "Meridional Notícias" quando a mulher, exaltada, partiu para cima dele desferindo tapas e gritando palavrões. Ela ainda tentou retirar das mãos do jornalista o telefone celular que ele utilizava para transmitir as informações à população juinense. Outras equipes de reportagem e populares presenciaram as agressões.

De forma agressiva, a mulher, identificada como Elbia Menezes, empresária do ramo de segurança privada, tentou a todo custo impedir o trabalho da equipe de reportagem. Se não bastasse, após sofrer agressões em seu rosto, o repórter Jones Luz ainda foi empurrado violentamente por dois homens que foram "defender" a mulher.

A agressão gratuita no pleno exercício de sua profissão, no dia do Dia do Trabalho, é um desrespeito com o trabalhador que estava desde às 05h da manhã cobrindo a "Romaria dos Motoqueiros, Ciclistas e Jipeiros", e se dirigiu para o acidente assim que ficou sabendo dos fatos.

A Rádio Tucunaré tentou contato com a empresária para ouvir sua versão, porém sem sucesso.

Um Boletim de Ocorrência foi lavrado, para que as responsabilidades sejam apuradas e a Direção das emissoras em questão, vai tomar as medidas jurídicas cabíveis.

O caso ganhou repercussão na imprensa na capital Cuiabá e outras cidades e será registrado como mais um caso de agressão contra profissional da imprensa.  O Brasil ainda figura entre os mais perigosos do mundo para os jornalistas.

Repúdio

A Rádio Tucunaré em Juara, que completa 30 anos de atividade em 2018, em nome de todos seus funcionários, repudia veementemente, qualquer agressão e tentativa de cerceamento do exercício da profissão de jornalistas e demais comunicadores, bem como se solidariza ao colega de Juína que sofreu agressões nesse dia 01 de maio.

A agressão física ou verbal contra um agente da imprensa, com o agravante de fazê-lo, no momento em que está exercendo sua função, é uma afronta aos bons costumes e um atentado à democracia do país, devendo ser apurada pelo judiciário e responsabilizado os agressores, não somente como justiça ao repórter agredido, mas para que desestimule atos dessa natureza contra todos os profissionais da imprensa desse país.

A notícia não tem a intenção de denegrir pessoas, mas somente de informar a população sobre os fatos, onde a todos cabe o direito de resposta e outras medidas, quando se sentem ofendidos, portanto, nada justifica tamanha agressão por parte dessa mulher.

A atitude agressiva registrada por esse episódio, certamente envergonha os cidadãos de bem da cidade de Juína e surpreende sobremaneira as pessoas equilibradas, que não compactuam com qualquer tipo de violência.

Declaramos aqui a nossa solidariedade aos colegas de Juína, assim como REPUDIAMOS a agressão que sofreram por parte dessas pessoas. Aguardamos ansiosos a resposta da justiça para o caso.

Rádio Tucunaré

 

Veja vídeo com matéria completa na Capital Cuiabá.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo