Juara (MT), 20 de agosto de 2018 - 16:04

? ºC Juara - MT

Regionais

11/06/2018 17:15 SÓ Notícias

Tribunal anula decisão de jurados e manda julgar novamente homem absolvido por homicídio em Tabaporã

Os desembargadores da Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça anularam a decisão do júri popular, que, em julho do ano passado, absolveu Francisco Gomes Pereira pelo homicídio de Valdir Vitoriano Souza.

A vítima foi espancada e morta em abril de 2016, no município de Tabaporã (90-km de Porto dos Gaúchos)

O recurso foi do Ministério Público Estadual (MPE). O relator do processo, desembargador Juvenal Pereira da Silva, entendeu que a decisão dos jurados “não encontra amparo nas provas produzidas, porquanto, haja vista que absolveram-no, sem que existisse qualquer prova hábil para sustentar a referida absolvição”.

Com a decisão, Francisco será submetido a novo júri popular. Os desembargadores também acataram o recurso e diminuíram a pena de Cleber Pereira de Souza. Ele havia sido considerado culpado pelo homicídio pelos jurados e teve a pena fixada em 20 anos de prisão em regime fechado pelo juiz de primeira instância.

A Terceira Câmara Criminal, no entanto, entendeu que a pena deveria ser fixada em 18 anos de reclusão.

O homicídio, conforme testemunhas, foi motivado pela cobrança de uma dívida. De acordo com esta versão, após uma discussão, Valdir foi atingido por diversos golpes de capacete e pauladas, não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

Francisco e Cleber foram presos poucos dias depois do crime. Após a decisão do júri, Francisco teve expedido alvará de soltura (no processo pelo assassinato).

Já Cleber, segue preso no presídio de Porto dos Gaúchos.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo