Juara (MT), 17 de dezembro de 2017 - 13:11

? ºC Juara - MT

Saúde

14/06/2017 17:45 Acesse Notícias

Campanha de doação de sangue em Juara visa preencher estoques em período de férias

O mês de junho é conhecido como o mês vermelho em virtude do dia 14 ser comemorado como o “Dia Mundial do Doador de Sangue”. A coordenadora da Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) em Juara, Cristiane Ávila anunciou que será iniciada uma campanha para incentivar a doação de sangue.  

Durante os meses de junho e julho, a necessidade de doares de sangue é redobrada justamente porque é quando começam o período de férias escolares e as festas juninas e julinas. É nessa época que a polícia registra um aumento preocupante dos acidentes nas vias públicas urbanas e nas estradas e rodovias federais.

Cristiane explicou que a UCT utiliza todos os tipos sanguíneos, sendo os com RG negativo os que mais fazem faltas. “Eu faço um pedido: você que é negativo (A-, B-, O-,...), seja qual for seu tipo de sangue negativo, procure nossa unidade para ajudar na doação”. Solicitou.

O tipo O- é considerado doador universal e o AB+ é o receptor universal, ou seja, pode receber sangue de qualquer um. A coordenadora relatou que a quantidade em estoque é razoável.

A duração de cada bolsa é de 35 dias, após esse período é necessário que seja descartado o sangue, se por ventura não aparecer doador. Dessa forma é necessário que haja uma recomposição constante de sangue.

Para quem deseja fazer as doações, a UCT em Juara abre as 7:00h e fecha as 11:00h no período matutino e na parte da tarde as 13:00h às 17:00h, Cristiane sugeriu que o doador precisa chegar no máximo as com 30 minutos de antecedência ao fechamento, uma vez que existe todo um procedimento antes de ser feita a doação. A unidade fica em anexo ao hospital municipal.


Ilustração

Requisitos para doar

 - Estar de posse dos documentos pessoais;

 - Ter entre 18 e 68 anos;

 - Pesar mais de 50 kg;

 - Apresentar bom estado de saúde;

 - Não estar em jejum;

 - Aguardar pelo menos 12h após ingerir bebida alcoólica;

 - Esperar de 6 a 12 meses após fazer tatuagem ou tirar piercing da região oral ou genital;

 - Não doar para testar se você tem alguma doença sexualmente transmissível (DST).

O que acontece após o sangue ser coletado?

A coordenadora, Cristiane Ávila informou para nossa equipe de reportagem que após ser feita à coleta do sangue, os exames de Hepatites A, B e C, Sífilis, HIV, HTLV e doença de chagas são feitos no hemocentro. Esse processo é chamado de “triagem”.

Com relação à confirmação da avaliação, ela é feita no Núcleo da Célula em Campo Grande (MS), onde a bolsa de doador fica em Juara e outra quantidade é encaminhada para ser realizados exames. O sangue só é liberado para doação após ser confirmado que o doador não possui nenhuma doença das citadas acima.

O prazo para sair o exame é de 15 a 20 dias sendo necessário que o próprio doador se apresente para receber os resultados em mãos.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo