Juara (MT), 21 de junho de 2018 - 04:13

? ºC Juara - MT

Saúde

31/01/2018 13:21 Acesse Notícias

Apenas a metade das mulheres em idade fértil realizam exame preventivo de câncer na rede pública de saúde em Juara.

Cerca de metade das mulheres em idade fértil de Juara estão negligenciando o exame preventivo de cancer de colo de útero, de acordo com dados registrados em relatórios da Secretaria  de Saúde de Juara para os meses de setembro a dezembro de 2017.

O relatório traz todos as atividades realizadas nas unidades de saúde, classificando os procedimentos, onde foram realizados e a procedência do paciente (de qual município).

O dado que mais chamou a atenção da reportagem da Rádio Tucunaré e Site Acesse Notícias é a baixa procura das mulheres é muito baixa para exames preventivos, que são coletados em todas as unidades de saúde de Juara.

Essa não é uma realidade local, mas nacional, por falta de conscientização das pessoas sobre a importância do exame.

A rede pública de saúde em Juara realiza esse exame e tanto a coleta quanto o resultado do exame são gratuitos e indolor.

No PAM médicos ginecologistas atendem os pacientes com aconselhamentos e tratamentos gratuitamente, bastando os interessados agendar.

O hospital São Lucas em Juara é particular e atende alguns convênios como UNIMED, também realizam exames de mamografia, ultrassonografia e também possui médicos ginecologistas para consultas e aconselhamentos para quem procurar.

De acordo com IBGE, 80,8% da população feminina reside na zona urbana e 19,2% na zona rural em Juara onde a média mensal em 2017 é de 500 exames, quando deveria ser de ao menos 1.200 ao mês, para representar 10% da população feminina fértil.

Confira o número de mulheres que fizeram o exame nos últimos meses em Juara na rede pública:

Setembro

567

outubro

628

Novembro

580

Dezembro

252

O câncer de mama configura-se como a primeira causa de morte por neoplasia entre mulheres, e o câncer de colo de útero a segunda causa: existe evidência comprovada de que a mamografia deve ser indicada para mulheres acima de 40 anos por representar maior especialidade diagnóstica devido as mudanças hormonais que acompanham o período do climatério.

Sabe-se ainda que a redução da mortalidade é maior na faixa etária acima de 50 anos. A ciência também evidencia claramente a necessidade de exames de colpocitologia Oncólica (CCO) a partir do 3º ano após o início da vida sexual, tornando-se necessária anualmente ou de dois em dois anos até os 30 anos.

Em mulheres maiores de 30 anos e com fatores de risco associável (histórico familiar de CA e DST`s/AIDS) recomenda-se controle de citologia oncólica anualmente. PREVENÇÃO - Fazendo o exame de Papanicolau periodicamente, você esta dando o primeiro passo para se proteger contra o câncer do colo do útero.

O exame de Papanicolau pode detectar células anormais na superfície do colo do útero, e que poderiam tornar-se pré-cancerosas ou cancerosas.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo