Juara (MT), 11 de novembro de 2019 - 20:37

? ºC Juara - MT

Saúde

30/10/2019 08:11 R7

Os cuidados nos primeiros meses do bebê

O cuidado de um bebê durante os primeiros meses de vida é exigente na medida que somos inexperientes. No entanto, os bebês não tão frágeis como parecem e cuidá-los não é tão difícil.

Quando chega um recém-nascido, este depende exclusivamente de nossos cuidados. Nos primeiros meses do bebê é mais difícil entender o que o afeta ou precisa, mas pouco a pouco é possível conhecê-lo e cada vez fica mais fácil atendê-lo e cuidá-lo.

Às vezes chorará porque está com fome, outras porque está com sono, muitas mais porque a fralda está suja. O choro é sua forma de comunicação. Ficará maravilhado ao perceber, à medida que os dias avançam, como vai decifrando o significado do seu choro.

No entanto, enquanto chega esse dia, estes são os cuidados básicos que um bebê precisa em seus primeiros dias de nascido. Anote tudo e coloque em prática estes conselhos.

Os principais cuidados na alimentação

A alimentação tem que ser a demanda, seja com o leite materno, seja com fórmulas lácteas. O estômago do recém-nascido é muito pequeno, do tamanho de seu punho, assim que a quantidade de alimento também deve ser pequena; por isso, deverá alimentá-lo sem horários, a demanda do bebê.

 

De fato, se toma leite em excesso, é possível que o bebê regurgite uma pequena porção de leite. É normal. Ocorre tantos nos bebês que são amamentados como os que tomam leite de fórmulas.

Nos primeiros 6 meses de vida do bebê, não precisa mais do que o leite para estar adequadamente alimentado. Os bebês não precisam tomar água, nem infusões, nem nenhuma preparação com cereais ou outros sabores. Somente precisam de leite.

Às vezes, apesar do bebê ficar muito tempo mamando, não parece estar satisfeito. Observe como está a pegada ao peito. Se está sugando somente o bico, não retirará muito leite. Além disso, deve vigiar se toda a auréola do peito está dentro da boca do bebê.

Os bebês dormem enquanto são amamentados. Às vezes, não estão com muita fome ou estão meio dormidos. Somente é preciso mover um pouco o bico do peito para que despertem e sigam sugando.

No entanto, nem sempre dormem. Muitas vezes, depois de mamar, ficam alguns minutos interessados no ambiente. Chorarão se não prestamos atenção. Também podem chorar caso tenham ficado com gases.

Para os bebês alimentados com mamadeira

Quando o bebê precisa ser alimentado com mamadeira, o melhor é que a mesma pessoa o amamente nos primeiros meses. Ainda que não pareça importante, cada um tem sua forma de dar a mamadeira e o bebê percebe. É claro que o ideal é a mãe o faça.

Enquanto o alimenta com a mamadeira, é bom verificar para que não ingira ar, porque isso o encherá de gases incômodos. Para isso, é necessário colocar a mamadeira de maneira suficientemente inclinada para que o leite ocupe toda o bico. 

No preparo do leite com fórmulas lácteas, é bom seguir as instruções do fabricante. Logicamente, a mamadeira e o bico devem estar corretamente esterilizados. Além disso, a água utilizada deve ser filtrada e fervida para eliminar qualquer presença de microrganismos.

Depois de comer

Para ajudar o bebê a eliminar os gases, é necessário colocá-los na vertical, apoiados sobre o nosso ombro e dar umas suaves palmadas em suas costas. Além disso, também se pode colocá-lo de barriga para baixo sobre nossos joelhos.

Logo após comer, é necessário deitar o bebê de barriga para cima; é a postura mais segura e propícia para evitar os incômodos dos gases. Pode-se inclinar em 45 graus o colchão onde o bebê deita, de modo que a cabeça fique mais alta do que as pernas. Com esta medida evita-o refluxo.

Ainda, os bebês que são amamentados tenderão a evacuar mais do que os que tomam fórmulas. Cada bebê tem seu próprio ritmo para defecar; alguns o farão uma vez no dia, e outros três ou quatro.

A fralda deve ser trocada toda vez que for necessário. A urina e as fezes irritam a delicada pele das nádegas do bebê. Além disso, ainda que muitas fraldas descartáveis ofereçam mantê-los secos durante longas horas, sempre é gerada uma umidade e um calor que irrita a pele.

Para trocar a fralda, pode ser mais confortável usar uma mesa ou trocador do que fazê-lo sobre a cama. No entanto, há que se ter cuidado na hora de sustentar adequadamente o bebê. Em um piscar de olhos, o bebê pode girar e cair.

 

Ademais, antes de colocar uma nova fralda, limpe e seque a área com suavidade. Tente fazer com que não fique nada de umidade entre as fendas das coxas e dos genitais. Ainda, é possível aplicar um creme que bloqueie a umidade para evitar a incômoda alergia à fralda. 

Na hora do banho

Não há unanimidade sobre quando é melhor dar o primeiro banho do bebê. O que sim é importante é que nesses primeiros banhos não se umedeça o cordão umbilical até que este caia.

Nos primeiros meses do bebê, a água morna é suficiente para limpar o bebê. Se for usar sabonete, este deverá ser neutro. Ainda, há que se evitar o uso de talcos em pó, já que podem ser inalados pelo bebê.

O cordão umbilical não precisa de nenhuma bandagem especial enquanto cicatriza. Logo após o banho, é necessário secar bem o umbigo. Se a ferida supura ou sangra, é necessário consultar o pediatra.

Além disso, as unhas do bebê crescem muito rápido. Por isso, um bom momento para cortá-las é enquanto dormem. É possível utilizar tesouras de ponta chata, cortador de unhas ou mesmo lixá-las com uma lixa bem fina.

 

A roupa do bebê

Os bebês costumam ser vestidos com muita roupaEstão tão abrigados, inclusive no verão, que suam e se sentem mal. Portanto, quando seu bebê chora sem razão aparente, observe se não está muito vestido para a temperatura do ambiente.

Nos primeiros meses do bebê, é normal que tenham as mãos e os pés frios. No entanto, se a pele na altura das escápulas ou sobre o abdômen estiver quente e seca, significa que não estão com frio.

A roupa do bebê deve ser lavada com sabonete neutro, para evitar que os cheiros dos detergentes mais fortes possam desencadear alguma reação alérgica. No entanto, não é preciso exagerar. Os bebês não precisam que suas roupas sejam esterilizadas nem fervidas por horas. É possível lavar sua roupa com a roupa do resto da família.

Para finalizar: como carregar o bebê

Durante os primeiros meses do bebê é necessário sustentar sua cabeça. Quando o tiver nos braços, é necessário sustentá-la em todo momento com suavidade e ao mesmo tempo com firmeza.

Os recém-nascidos se assustam quando suas cabeças caem para um lado ou para trás. Também quando o levantamos rapidamente. Faça contato visual com seu bebê e fale com ele. Além disso, coloque uma mão abaixo de sua cabeça e outra abaixo do tronco.

Aproxime-o de seu corpo, aninhe-o, faça-o sentir seu coração e desfrute de sua proximidade. Lembre-se de que o contato físico é tão importante quanto a alimentação e a higiene do bebê. Seu cheiro é uma das lembranças mais maravilhosas que os primeiros meses te deixarão.


Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo