Juara (MT), 25 de junho de 2017 - 18:45

? ºC Juara - MT

Variedades

09/05/2017 16:40 Veja Entretenimento

Protagonista de "A Usurpadora" foi envenenada por assistente

Parece novela mexicana. Mas é a vida real de uma estrela de novela venezuelana. A atriz Gabriela Spanic, intérprete das gêmeas Paola e Paulina em A Usurpadora, folhetim já bem conhecido do público do Brasil, onde o SBT já o exibiu sete generosas vezes, foi envenenada por uma assistente em 2010, e quase morreu intoxicada com cloreto de amônia. A atriz relembrou o episódio, que envolveu o filho, então com 1 ano de idade e também envenenado pela assistente, em entrevista ao Programa do Porchat, da Record, nesta segunda-feira.

 “Ela envenenou minha mãe, minha irmã e até meu filho, que tinha um ano e meio. Ela usou cloreto de amônia, que é um produto que se vende em agropecuária para fertilizar plantas, dissecar animais e até para revelar fotos. Colocou não só na minha comida, mas na de todos”, contou. “Suspeita-se que isso aconteceu durante seis meses. Estou viva por um milagre.”

A atriz só descobriu que estava sendo vítima de intoxicação depois de se submeter a diversos exames, por não se sentir bem. O índice de concentração de amônia no sangue de Gaby estava muito elevado. “Segundo as estatísticas, no mundo inteiro, 15% da população tem uma doença psicológica. Ninguém sabe por que alguém faz isso. Às vezes, você acha que uma pessoa parece boa, mas na verdade é uma psicopata. E você nem se dá conta”, disse, procurando definir a ex-assistente, que chegou a ser presa por dois anos e recebeu ajuda de uma outra artista para deixar a prisão. “Nem pronuncio o nome dela. Eu peço a Deus que nunca a encontre na rua.”

 


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo