Juara (MT), 25 de maio de 2017 - 20:52

? ºC Juara - MT

Variedades

12/05/2017 15:10 Veja Entretenimento

Políticos e intelectuais lamentam morte de Antonio Candido

Políticos como Eduardo Suplicy e intelectuais lamentaram a morte do crítico literário e sociólogo Antonio Candido nesta sexta-feira, aos 98 anos, em São Paulo. De suas obras, a mais importante é Formação da Literatura Brasileira, de 1959, em que discorre sobre os momentos decisivos da literatura nacional.

Antonio Candido foi professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), que suspendeu as aulas nesta sexta-feira. Nos seus estudos, ele usou a literatura como base para uma análise social do Brasil. Também foi fundador do Partido dos Trabalhadores (PT), em 1980. Formação da Literatura Brasileira é seu livro de maior fôlego, mas seu pensamento sobre literatura se expande em ensaios e estudos distribuídos em coletâneas, como Brigada Ligeira (1945) e O Discurso e A Cidade (1993).

Antonio Candido conquistou quatro vezes o Prêmio Jabuti e foi o primeiro brasileiro a receber o Prêmio Internacional Alfonso Reyes, um dos mais importantes da América Latina, em 2005.

Confira abaixo a repercussão da morte de Antonio Candido:

Academia Brasileira de Letras

Ao tomar conhecimento da morte, hoje, de Antonio Candido, o Presidente da Academia Brasileira de Letras, Acadêmico Domício Proença Filho, afirmou: “Perde o Brasil um de seus maiores estudiosos de Literatura e de cultura brasileiras, um dos maiores pensadores de Brasil”

A Secretária-Geral da ABL, Acadêmica Nélida Piñon, assim se manifestou: ” Perdemos um Mestre – o Mestre do Brasil”

Para o Acadêmico Marcos Vilaça, ex-presidente da ABL que havia sugerido o nome de Antonio Candido para substituir na ABL o Acadêmido Eduardo Portella, morto na semana passada, ” O ano está sendo trágico para o pensamento brasileiro. Com Antonio Candido, vai-se uma parte importante da cultura e da inteligência deste país”

Câmara Brasileira do Livro

A Câmara Brasileira do Livro sente muito pela perda de Antonio Candido. “Hoje perdemos Antonio Candido, um dos maiores críticos literários do país. Vencedor por quatro vezes do Prêmio Jabuti, Antonio Candido foi pai de grandes obras que refletiam e discutiam a cultura e literatura brasileira, como Método crítico de Silvio Romero, Formação da literatura brasileira e Literatura e sociedade. Que seu conhecimento e produção intelectual continuem desenvolvendo críticos literários como ele.”, afirma Luis Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo