Juara (MT), 14 de novembro de 2018 - 20:46

? ºC Juara - MT

Variedades

05/09/2018 04:48 DA QUEM

Latino é muito homem, diz Kelly Key sobre ex após mudança na certidão da filha

Kelly Key falou sobre postura de Latino após a mudança na certidão da filha, Suzanna, que adicionou o sobrenome do empresário Mico Freitas em seu documento. Em entrevista para o canal YouTube “Dedé Galvão”, a cantora garantiu que o acordo com o músico foi “amigável”. “Ele foi muito consciente. Latino foi muito homem em ter dado umas aspas incríveis, dizendo que Mico a criou como pai, que era justo. Nunca entramos em processo para acerto de pensão, isso não existe em nosso universo. Não houve briga. Ela fez o pedido ao Latino pelos WhatsApp ele levou um tempo até assinar, entender a situação. Eu acho importante, são eles que tem que se falar. Foi tranquilo”, contou a musa fitness, reforçando que não houve briga com o ex-marido.

‘Ela não tirou ninguém da certidão’, esclareceu cantora

Mãe também de Jaime Vitor, de 13 anos, e Arthur, que completou 1 ano em janeiro, Kelly relatou também que esse era um desejo antigo da primogênita, que convive com Mico desde que tinha um ano. Segundo a youtuber, Suzanna sempre ficou chateada quando se referiam ao empresário como padrasto. “Eu sabia a repercussão que ia tomar. Ela não tirou ninguém da certidão, o Mico entrou como pai afetivo, com os mesmos direitos que o pai biológico tem. Ficou o nome Suzanna Almeida Rocha Freitas”, afirmou.

Suzanna nega que retirou nome do pai biológico da certidão

Recentemente, a jovem de 17 anos colocou fim nas especulações de que retirou o nome do pai biológico do documento: “O Latino é meu pai de sangue e o Mico é (era padrasto). Está com a minha mãe desde que eu tinha dois aninhos (ele me criou como filha dele até hoje). Nós conseguimos incluir o sobrenome do Mico na minha certidão de nascimento como meu pai também. Ou seja, agora sou ‘Freitas’. ‘Freitas’ é do Mico, meu nome completo é Suzanna Afonso Rocha. E agora é Suzanna Afonso Rocha Freitas. Gente, eu só inclui o do Mico. No caso, os dois são meus pais. Eu não convivo com meu pai de sangue. Ele não está muito presente na minha vida como o meu padrasto está. Eu não sei qual foi a última vez que eu tirei uma foto com o meu pai. Mas isso não quer dizer que nós somos brigados, que nós não nos falamos, não tem nada a ver. A gente se vê muito pouco. A gente acaba tendo uma relação muito distante. Mas não quer dizer que nós temos uma relação ruim. Nós não somos brigados, não temos desavenças, só temos uma relação distante”.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo