Após atores criticarem novela, Aguinaldo Silva diz: “Gente vulgar”

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Desde que voltou ao horário nobre, Fina Estampa tem causado discussões e as mais acaloradas têm rolado entre o próprio elenco da novela. A coluna procurou o autor da trama, Aguinaldo Silva, após Marcos Pigossi, Adriana Birolli e Lilia Cabral demonstrarem desapreço às suas participações.

“Eu não tenho nada acrescentar ao juízo de valores dos outros! Relevante para mim é que: eu gostei, a emissora gostou e, o principal, o público adorou, não apenas em uma mas duas ocasiões distintas”, garantiu. Além disso, Silva deixou um recado a eles: “Este tipo de manifestações anacrônicas me remetem para uma frase de Samuel Johnson: ‘A gratidão é um fruto de grande cultura. Não se encontra entre gente vulgar’”.

O primeiro ator do núcleo a ter coragem de criticar e expressar repúdio à obra de Aguinaldo foi Marcos Pigossi, hoje contratado da Netflix. Depois, Birolli também questionou os motivos que a fizeram trabalhar na novela.

“É minha primeira reprise que assisto. Estreou primeiro Fina Estampa e depois Totalmente Demais. Está sendo muito divertido, porque tem um distanciamento do tempo. Óbvio que eu olho as cenas e falo: ‘como que eu fiz isso?’ Eu assistia quando estava no ar, mas faz 10 anos, estou com 33 anos e tinha 23 na época. Mas é normal se autocriticar, porque a gente quer melhorar, evoluir artisticamente”, disse a atriz que deu vida à Patrícia para a revista Quem.

A talentosíssima Lilia Cabral também abriu a boca e externou estar abismada com os diálogos de sua personagem. Em entrevista ao apresentador Serginho Groisman, Lilia disse que pouco viu da novela quando ela foi transmitida originalmente e que, assistindo hoje, se sente indignada com a separação de Griselda e Renê.

Na trama, o chefe de cozinha larga a mãe de Antenor após descobrir que a mesma investiu uma nota preta em seu restaurante, o Brasileiríssimo. Muitos internautas também enxergaram essa ação como um ato de machismo.

“Eu te confesso que quando fiz a novela, eu via pouco. Eu tinha referência de que era um sucesso, tinha um bochicho, mas digamos que eu não compartilhava”, disse a atriz. “Não me lembrava como tinha sido a separação com o Renê e fiquei meio indignada. Eu falei: ‘Como assim? Como que um homem não entendeu a atitude dela?’”, finalizou Lilia.

Fonte: METRÓPOLES

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️