baner topo1
Juara – Mato Grosso
Sábado, 16 de Janeiro de 2021

Após desacordo com prefeito Altir Peruzzo Indígenas retêm maquinários em aldeias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Na manhã desta quarta-feira (16) o prefeito eleito de Juína Paulo Veronese (Podemos) se reuniu com lideranças indígenas das etnias Enawenê-nawê e Cinta Larga, o Chefe interino da Funai Regional, Adegildo Nascimento, ainda participaram da reunião o próximo Secretário da SINFRA do município de Juína, Jonatas Plínio, o próximo Chefe de Gabinete Robson Machado e o Vereador Fernando Aurélio Ribeiro (Bill do Modulo 04 do Podemos).
Durante o momento os indígenas trouxeram ao conhecimento do prefeito Paulo Veronese algumas situações em que representantes dos povos Cinta Larga, reivindicaram manutenção nas estradas em suas comunidades, principalmente na época de colheita de castanha, as lideranças ainda reivindicaram mais apoio do poder público municipal.
Já representantes da etnia Enawenê-nawê, reivindicaram manutenção do ICMS com uma possível revisão nos valores, apoio junto aos fazendeiros proprietários na localidade do Rio Preto para que aja uma compreensão na época que fazem a pescaria para seus rituais no Rio Preto.
As lideranças ainda pediram apoio para a elaboração de projetos que venham fomentar a economia das etnias, e por último a execução de uma Ação Judicial que obriga Estado e municípios a arrumar a estrada de acesso via Juína, feito entre o Estado e os municípios de Comodoro, Sapezal e Juína, na parceria o Estado forneceu 50.000 litros de diesel e os outros municípios R$100 mil reais; o município de Juína ficou como responsável pela execução dos serviços.
As lideranças durante o encontro alegaram que o prefeito Altir Peruzzo (PT) na atual gestão do município de Juína não cumpriu com suas obrigações e, portanto, a comunidade quer a aplicação correta dos recursos.
Na última semana segundo os indígenas foram enviados maquinários para os trabalhos, mas de acordo com as lideranças indígenas os trabalhos não foram realizados de forma correta, foram feitos cerca de 12km de manutenção de um total de 47,9km registrados em contratos.
As lideranças indígenas afirmaram que teriam sido informados de que a administração municipal de Juína estaria articulando a retirada dos maquinários nessa semana.
Porém pelo não cumprimento das responsabilidades por parte da prefeitura de Juína, os indígenas disseram que não permitirão que os maquinários sejam retirados antes da execução total do serviço.
Durante a reunião os representantes afirmaram que querem ser parceiros do prefeito e viver em paz com a comunidade  não indígena.

Fonte: JNMT

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️