baner topo1
Juara – Mato Grosso
Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020

Ar condicionado propaga ou não o vírus COVID19 ?Leia as novas recomendações sobre prevenção

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Aos poucos os cientistas vão descobrindo sobre o comportamento do vírus COVID 19 e publicando novas técnicas de prevenção.

Recentemente em artigo publicado na revista Physics of Fluid , do Instituto Americano de Física, pesquisadores estudaram o tempo de secagem das gotículas respiratórias em várias superfícies em seis cidades: Nova York, Chicago, Los Angeles, Miami, Sydney e Singapura.

Temperatura, umidade e tipo de superfície desempenham um papel no tempo que leva para as gotículas do vírus secarem depois de alguém tossir ou espirrar.

O estudo sugere que as de telas dos telefones celulares, algodão e madeira devem ser limpas com mais frequência do que as superfícies de vidro e aço, pois estas últimas são relativamente hidrofílicas, e as gotículas sobre elas evaporam mais rapidamente.

Quanto mais calor menos ele vive: testes constataram que a temperatura ambiente mais alta, ajudou a secar as gotas contaminadas mais rapidamente e reduziu drasticamente as chances de sobrevivência do vírus. O vírus sobrevive mais tempo em locais úmidos e frios.

Principais medidas de Prevenção

– A medida mais importante de prevenção é o distanciamento de 1,5 m entre as pessoas. Essa medida evita que uma pessoa contaminada ao tossir ou espirrar, pulverize o vírus sobre as pessoas mais próximas; as máscaras continuam sendo controversas, mas necessárias, pois evita que uma pessoa contaminada, que ainda não sabe, contamine com sua tosse ou espirros as outras pessoas sadias; lavar as mãos com frequência é importante pois as mãos carregam elevam o vírus com muita facilidade.

– Para o grupo de risco, obesos hipertensos, diabéticos, doenças respiratórias idosos acima dos 60 anos devem adotar o isolamento social, ou seja, ficar em casa e não receber pessoas e nem parentes próximos. Não sendo possível evitar a circulação de pessoas na casa, que não permita então os beijos e abraços. O distanciamento de 1,5m precisa ser respeitado até dentro de casa.

-Diante das constatações, maçanetas de locais muito frequentados devem ser limpas mais vezes, mas não há necessidade de tanto rigor em se tratando de mercadorias que viajaram vários dias para ser entregue, pois o vírus não sobreviveria.

Ambientes onde tem ar condicionado: ainda não existe estudo conclusivo, mas se sabe que é importante controlar a umidade, ter renovação contínua do ar e um fluxo de ar preferencialmente jogado de cima para baixo, poucas pessoas no local, manter limpos os filtros. Há poucas evidências de que o ar-condicionado seja um grande vilão para a infecção. Alguns tipos podem, pelo contrário, ser uma ferramenta eficaz para mitigar a propagação. Quando o ar-condicionado é do tipo que não traz ar fresco do exterior para diluir e reabastecer o ar interno e apenas esfria e recircula constantemente o ar atual, o risco é maior. Essa é uma preocupação em locais públicos que usam apenas um equipamento e que têm maior densidade de pessoas.A  janelas abertas – é um jeito simples e barato de fazer o vírus desaparecer do ar.

– Para aumentar a ventilação em sua casa, você pode:

  • Abra as janelas ou venezianas, se possível
  • Use um ar condicionado de janela que tenha uma entrada ou saída de ar externa, com a ventilação aberta (alguns aparelhos de ar condicionado de janela não têm entradas de ar externas)
  • Abra a entrada de ar externa do sistema de HVAC, se o seu tiver um (isso não é comum). Consulte o manual do seu HVAC ou um profissional da área para obter detalhes.
  • Use um ventilador quando o banheiro estiver em uso e continuamente, se possível

Em caso de dúvida os juareses podem ligar para Ouvidora da Pref. de Juara: 66) 3556-9404

 

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️