baner topo1
Juara – Mato Grosso
Domingo, 19 de Setembro de 2021

Aviões da FAB pousam na China nesta 6ª para trazer 34 brasileiros

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O grupo com 34 passageiros que virá da cidade de Wuhan, na China, deve embarcar na noite desta sexta-feira (7) da região considerada o epicentro do novo coronavírus. Eles são esperados na base aérea de Anapólis, em Goiás, no domingo (9).

A previsão inicial era de que os brasileiros desembarcassem no sábado (8) no Brasil, mas um atraso no voo de ida na Polônia, escala anterior à cidade de Wuhan, atrasou os planos. Com isso, os aviões só devem chegar nesta sexta-feira (7) à noite.

Os dois aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) saíram de Brasília na quarta-feira (5) e ficaram retidos mais tempo do que o esperado em Varsóvia, na Polônia, aguardando liberação do aeroporto de Wuhan nesta quinta-feira (6). O Ministério da Defesa do Brasil justificou o atraso alegando “alto fluxo de tráfego aéreo, e missões internacionais de repatriação, que estão saindo e chegando da região afetada”.

Leia também: Base de Anápolis será inspecionada amanhã por ministros e governado

Os brasileiros ficarão isolados na base áerea por 18 dias em quartos individuais. Quando saírem para as áreas comuns do local serão obrigados a usar máscaras. Nenhum apresenta sintomas do coronavírus e serão apenas monitorados nesse período.

A FAB divulgou o interior da aeronave pelo Twitter 

Ministério da Defesa

@DefesaGovBr

#Coronavírus | Conheça por dentro a aeronave que cumpre a missão de repatriação dos brasileiros em Wuhan, na China, o @embraer 190, da @portalfab, denominado VC-2.
🎥 @ebcnarede

Vídeo incorporado

259 pessoas estão falando sobre isso

Estarão a bordo de cada aeronave (VC-2) 11 tripulantes e 6 profissionais de saúde da FAB, além de um médico do Ministério da Saúde.

Segundo a FAB, as equipes de saúde são capacitadas para realizar missões de defesa química, biológica, radiológica e nuclear. E serão seguidos protocolos e instruções oficiais para garantir a segurança tanto dos passageiros quanto dos militares envolvidos na missão.

Fonte: R7

Com muito ❤ por go7.site