Caça a bandidos termina em confronto no meio da mata e dois mortos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Durante confronto armado, que teve início na tarde dessa quarta-feira (03), a Força Tática matou os últimos dois bandidos procurados pela polícia por envolvimento na explosão dos caixas eletrônicos do Banco Bradesco, no município de Guiratinga (328 km da Capital).

A troca de tiros aconteceu numa região de mata na zona rural de São José do Povo (70 km de Guiratinga).

De acordo com a ocorrência, os policiais continuaram as buscas para prender o restante da quadrilha e com informações dos próprios comparsas presos, identificaram o local onde os dois foragidos estavam se escondendo. Conforme um dos bandidos presos, os dois comparsas estariam em meio à mata, armados e não tinham a intenção de se entregar.

A Força Tática se deslocou para a região rural, onde fez um cerco na mata e começou a varredura para prender os ladrões.

Foram encontrados rastros dos bandidos, o que demonstrava que eles estavam por perto, quando o cerco foi ainda mais fechado. Acuados, os ladrões começaram a atirar contra os militares, que revidaram os disparos até que os ladrões parassem o ataque.

Em seguida, com o fim dos tiros, os militares encontraram os criminosos gravemente feridos caídos em meio ao matagal. Devido à dificuldade de acesso ao local e de comunicação com unidade de saúde, os policiais socorreram os bandidos nas viaturas e encaminharam ao Hospital Regional de Rondonópolis (48 km de São José do Povo).

Na unidade de saúde o médico de plantão constatou a morte dos ladrões. Um deles usava tornozeleira eletrônica e o número do equipamento foi comunicado à Agência Regional de Inteligência (ARI), quando foi verificado que o ladrão tinha passagens por furto de caixa eletrônico, furto a residência, estelionato e receptação.

O segundo bandido morto ainda não foi identificado.

As investigações e buscas pelo bando começaram na última segunda-feira (1º), dia em que o crime aconteceu e terminou nessa quarta-feira (03), quando, de acordo com o resumo da operação, além dos dois criminosos mortos, seis ladrões foram presos, dois carros apreendidos, maior parte do dinheiro recuperado.

Para o sucesso da operação foi necessário ação conjunta das forças de segurança: Polícia Militar, por meio da equipe de Força Tática, Agência Regional de Inteligência, o esquadrão Antibomba do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), e o Águia do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Fonte: ReporterMT

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️