Cebola, batata e feijão estão mais caros. Veja opções para substituí-los

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

cebola foi a grande vilã da cesta básica de abril, segundo pesquisa feita pelo Procon-SP e Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

No mês, o legume registrou alta de 31,28%, passando de R$ 3,90, em março, para R$ 5,12, em abril.

Leia mais: Preço da cebola sobe 31,28% em abril e eleva cesta básica em 10,04%

Outros alimentos que acompanharam a alta no período foram a batata (17,56%) e feijão carioquinha (19,30%).

Como manter o valor nutritivo dos três itens no cardápio de casa sem afetar o bolso e o sabor?

A pedido do R7, as nutricionistas Adriana Stavro e Camila Ricioli prepararam uma lista com itens que podem substituir a cebola, a batata e o feijão carioquinha sem alterar o valor nutritivo ou prejudicar o sabor. Vejam as opções:

Dos três, a batata é o legume que mais tem alternativas para trocar no cardápio. Entre elas, estão:

• Batata-doce;
• Inhame;
• Cará;
• Abóbora;
• Arroz; e
• Mandioquinha (apesar de nem sempre estar mais barata)

“A abóbora é um pouco desprezada por algumas pessoas, mas ela é um legume barato e que tem alto valor nutritivo. Se você fizer meia abóbora assada, além de ser um prato bem saboroso rende para até quatro pessoas”, diz Adriana.

Leia mais: Preço da batata sobe 9,76% e eleva cesta básica em 0,70% em janeiro

Camila complementa: “o arroz, apesar de não ser um legume, também pode ser um substituto mais em conta no prato porque se encaixa no mesmo grupo de carboidratos”.

feijão também conta com uma boa variedade de leguminosas, segundo as nutricionistas:

• Lentilha;
• Ervilha;
• Grão de bico; e
• Outros tipos de feijão: preto, vermelho, branco, fradinho, de corda etc.

Leia mais: Preço do feijão sobe 62% e faz cesta registrar alta de 10,66% em 2019

“Nem sempre os outros grãos são mais em conta do que o feijão. Às vezes a melhor opção é variar no tipo do feijão. Se o carioquinha está mais caro, compre o preto ou outro com preço mais acessível”, diz Camila.

A cebola, normalmente usada como tempero na maioria dos lares brasileiros, pode ser substituída por alho e outras iguarias. As opções são:

• Salsinha;
• Alho;
• Alho-poró; e
• Talos de outros legumes

“Eu costumo utilizar talos de verduras e legumes para fazer caldos ou incrementar pratos. Um exemplo é o brócolis. Aquele talo grosso que normalmente é descartado, eu corto em fatias, refogo e faço junto com o arroz. Fica uma delícia”, comenta Adriana.

Caso o intuito do cozinheiro seja utilizar a cebola em uma receita, Camila orienta a utilizar o repolho. “Ele tem o mesmo valor nutritivo e é mais barato.”

Para Adriana, o brasileiro precisa ter dimensão do poder que tem em mãos para controlar os preços.

Fonte: R7

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️