China e Rússia passam a comprar mais carne de Mato Grosso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A China/Hong Kong e a Rússia aumentaram as compras de carne bovina de Mato Grosso nos primeiros sete meses deste ano. Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o Estado aumentou em 177% os embarques para o país mais populoso do mundo, na comparação com o mesmo período de 2019. Já os russos compraram 146% a mais, este ano.

Conforme o Imea, Mato Grosso exportou para a China/Hong Kong uma média de 22,7 mil toneladas de toneladas equivalentes carcaça (TEC) por mês, de janeiro a julho de 2020. Já os embarques para a Rússia tiveram uma média de 1,9 mil toneladas por mês. Houve ainda aumento de 10% nas exportações para “outros países”, com uma média mensal de 14,9 mil toneladas por mês.

Em contrapartida, o Estado diminuiu as exportações para o Oriente Médio em 52%, resultando em uma média de 6,71 mil toneladas por mês, de janeiro a julho. As exportações para a União Europeia também caíram. Os países do bloco compraram uma média mensal de 1,97 mil toneladas nos primeiros sete meses do ano, cerca de 35% a menos que no mesmo período de 2019.

Em julho, segundo o Instituto, Mato Grosso bateu recorde histórico no volume exportado de carne bovina, com a venda de 49,08 mil TEC, maior montante da série histórica desde janeiro de 1997. Em termos de faturamento, o montante correspondeu ao valor de US$ 153,70 milhões.

Conforme o Imea, Mato Grosso é o segundo maior exportador de carne bovina do Brasil, respondendo por 19,3% dos embarques. O Estado perde apenas para São Paulo, que responde por 20,1% das exportações brasileiras.

Fonte: Só Notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️