baner topo1
Juara – Mato Grosso
Sábado, 23 de Janeiro de 2021

Com ajuda do Corinthians, Santos vira líder no Brasileiro Feminino

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O Santos é o novo líder da Série A1 do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Além de golearem o Audax por 5 a 0, na partida que marcou a volta do torneio após cinco meses e meio devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), as Sereias da Vila tiveram uma ajuda do rival Corinthians, que bateu a Ferroviária por 2 a 0 no jogo que encerrou a quinta rodada da competição. No outro duelo desta quarta-feira (26), Internacional e Flamengo ficaram no 1 a 1.

Na Vila Belmiro, as santistas liquidaram o duelo em meia hora. Logo aos cinco minutos, a lateral-esquerda Katielle cruzou e a centroavante Cristiane, na entrada da pequena área, bateu de primeira para abrir o placar. Aos 15, a volante Bia Menezes recebeu com liberdade na intermediária, arriscou e marcou um golaço.

Quatro minutos depois, a lateral Giovanna cobrou escanteio e a zagueira Tainara, de primeira, marcou o terceiro. O quarto gol das Sereias saiu aos 28: a meia Rita Bove desviou de cabeça para a atacante Thaisinha, livre, chutar na saída da goleira Michelle.

Na etapa final, as alvinegras diminuíram o ritmo, mas ainda chegaram ao quinto. Aos 22 minutos, a meia Luana, recém-promovida à equipe profissional, acertou uma bomba da meia-lua, fechando o marcador na Vila Belmiro. A vitória levou as Sereias a 15 pontos, com 100% de aproveitamento, enquanto o Audax é o 14º, ainda zerado na competição.

Timão vence e protesta

Com a vitória, a equipe do litoral paulista só poderia ser alcançada pela Ferroviária, mas a reedição da final do último Brasileiro não saiu como o esperado pelo time de Araraquara (SP). No Parque São Jorge, as Guerreiras Grenás não resistiram ao Corinthians e caíram para o segundo lugar da classificação, com 12 pontos. O Timão atingiu a mesma pontuação, mas fica em terceiro pelo saldo de gols (12 a 6).

Antes de a bola rolar, as jogadoras do Alvinegro se ajoelharam e ergueram o punho direito em apoio ao movimento “Vidas Negras Importam”. O gesto é um símbolo dos protestos contra o racismo e ocorre no mesmo dia em que partidas da NBA (liga de basquete profissional masculino dos Estados Unidos) foram adiadas após atletas decidirem não entrar em quadra. A postura se deu em repúdio ao caso Jacob Blake, no qual o homem negro levou sete tiros pelas costas de policiais brancos.

Com o desenrolar do jogo, o Timão foi superior e abriu o placar aos 18 minutos. Após um chute da atacante Adriana parar no travessão, a bola sobrou para a meia Tamires, que escapou da marcação de três zagueiras, na velocidade, e bateu no canto da goleira Luciana.

Ainda na etapa inicial, a meia Gabi Zanotti quase ampliou, em cabeçada que parou na trave direita da Ferroviária. Porém, o Corinthians definiu o placar logo no começo do segundo tempo. Aos três minutos, Adriana tabelou com Tamires, invadiu a área pela direita e chutou no contrapé de Luciana.

Flamengo segura Inter

Entre as vitórias de Santos e Corinthians, o Internacional recebeu o Flamengo no Sesc Campestre. As Gurias Coloradas criaram as melhores chances do primeiro tempo, mas não aproveitaram. A punição veio logo no primeiro minuto da etapa final. A zagueira Bruna Benites afastou parcialmente, a atacante Flávia ficou com a sobra e encobriu a goleira Yasmin, colocando o Rubro-Negro à frente.

O empate veio em uma saída de bola equivocada do Flamengo. Pressionada pela marcação alta, a goleira Kaká errou o passe na pequena área e deu a bola nos pés da centroavante Byanca Brasil, que mandou para o gol aos 21 minutos. O Colorado pressionou, mas não conseguiu a virada.

Com o resultado, o Inter foi a nove pontos, mesma pontuação de outras quatro equipes, mas, como tem uma vitória a menos, segue estacionado na oitava posição. O Flamengo ganhou duas colocações e assumiu o 11º lugar, com sete pontos, deixando a zona de rebaixamento.

Salvação no Iranduba

Quem entrou no Z-4 com o complemento da quinta rodada foi o Iranduba, agora o 13º, com seis pontos. O time amazonense, que vive crise financeira e perdeu várias jogadoras durante a paralisação, fechou nesta quarta-feira uma parceria para conseguir atuar na sequência do Brasileiro. O clube utilizará o elenco do 3B da Amazônia, que também é de Manaus e disputa a Série A2 (segunda divisão feminina) nacional. O grupo será apresentado nesta quinta-feira (27).

O Iranduba afirma que a patrocinadora master, a empresa britânica VeganNation, não cumpriu o contrato firmado no fim de 2018, e que o caso está na Justiça. O clube receberia por meio de moedas virtuais, que entrariam no mercado em 2019 e seriam trocadas por dinheiro (o que não aconteceu). O time faz uma campanha on-line de financiamento coletivo para ajudar a pagar as despesas do grupo. Até o momento, foram arrecadados cerca de R$ 4,9 mil.

Confira, abaixo, os jogos da sexta rodada da Série A1

Sábado (29)

14h – Cruzeiro x Grêmio (Mineirão)

15h – Ponte Preta x Palmeiras (Moisés Lucarelli)

20h30 – Vitória x Iranduba (Barradão)

Domingo (30)

14h – São Paulo x Minas Icesp (CFA de Cotia)

15h – Avaí/Kindermann x Santos (Carlos Alberto Costa Neves)

15h – Ferroviária x Internacional (Fonte Luminosa)

15h – Audax x São José (José Liberatti)

Segunda-feira (31)

19h – Flamengo x Corinthians (a definir)

Confira a classificação da Série A1 do Brasileiro Feminino.

Fonte: AgenciaBrasil

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️