baner topo1
Juara – Mato Grosso
Terca-Feira, 01 de Dezembro de 2020

Com time renovado, Cruzeiro sofre mas segue na Copa do Brasil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Em “reconstrução”, termo usado pelo próprio clube após o inédito rebaixamento para a Série B e em meio a uma crise financeira, o Cruzeiro ganhou um pequeno reforço financeiro ao garantir R$ 1,25 milhão com a classificação à segunda fase da Copa do Brasil. Mas como dinheiro não costuma vir com facilidade, a Raposa sofreu, nesta quinta-feira (13) para segurar o empate de 2 a 2 com o São Raimundo (RR) em Boa Vista e ficar com a vaga pela vantagem do empate, já que está em posição melhor que o rival no ranking de clube da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O time que foi a campo na capital de Roraima é um esboço dessa “reconstrução” cruzeirense, com seis titulares abaixo dos 21 anos em meio a experientes que permaneceram no clube após a queda de 2019, como Fábio, Edílson e Léo. A equipe desperdiçou chances e saiu atrás no placar: Veracruz marcou para o São Raimundo. Edu, apenas no segundo jogo como profissional do Cruzeiro, deixou tudo igual, e Alexandre Jesus, logo no início da etapa final, virou o marcador. Mas o São Raimundo empatou com Stanley e, faltando 13 minutos para o término do jogo, Edu, o mesmo do primeiro gol cruzeirense, foi expulso. A partida ficou tensa, a ponto de dois jogadores do time celeste (Edílson e Arthur) discutirem de forma áspera já nos acréscimos. Mas os mineiros seguraram os nervos e a pressão adversária para saírem com a classificação.

O técnico Adilson Batista  não saiu muito satisfeito com o que presenciou em Boa Vista. “Muita ligação direta, um jogo muito faltoso, de bolas paradas. Claro, eu fico contente com a classificação, mas é um jogo para se esquecer. Não jogamos com o regulamento debaixo do braço. Eles estavam fazendo ligação e nós tendo dificuldades. Quando coloquei no segundo tempo o Judivan, melhoramos e tivemos chances de fazer o segundo, terceiro.  Quando você coloca time ofensivo e não consegue, às vezes tem de ter humildade de entender o que o campo está proporcionando”, disse em entrevista coletiva.

Na próxima etapa, o Cruzeiro terá pela frente outro time mineiro: o Boa Esporte, em Varginha (MG). Ao contrário da primeira fase, se a partida terminar empatada, a decisão será nos pênaltis.

Nos demais confrontos de quinta-feira (13), o Afogados (PE) venceu o Atlético (AC) por 3 a 0 e enfrentará o Atlético (MG) na segunda fase. Quem também se classificou jogando em casa foi a Ferroviária de Araraquara, que fez 2 a 0 no Avaí e agora terá pela frente o Águia Negra (MS). Já a Ponte Preta foi ao Rio Grande do Sul e superou o Novo Hamburgo por 2 a 1 — a Macaca medirá forças com o Vila Nova.

Fonte: AgenciaBrasil

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️