baner topo1
Juara – Mato Grosso
Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020

Confiança de empresários de serviços e construção tem mínimo histórico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Construção da nova comunidade onde serão assentadas as famílias moradoras de Bento Rodrigues, distrito de Mariana.

Os índices que medem a confiança dos empresários da construção e do setor de serviços atingiram mínimos históricos no mês de abril, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Os dados foram divulgados hoje (28) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Confiança de Serviços recuou 31,7 pontos de março para abril e atingiu 51,1 pontos, em uma escala de zero a 200. Com isso, o indicador atingiu o menor nível da série histórica iniciada em junho de 2008.

Os 13 segmentos de serviços pesquisados tiveram queda. O Índice de Situação Atual, que mede a confiança no presente, caiu pelo quarto mês consecutivo. De março para abril, o recuo chegou a 29,7 pontos, o que levou o indicador a 55,5 pontos, o menor nível histórico.

O Índice de Expectativas, que mede a confiança no futuro, teve queda de 33,5 pontos de março para abril e atingiu 47,3, também o menor nível histórico.

Construção

O Índice de Confiança da Construção, por sua vez, recuou 25,8 pontos de março para abril, a maior queda da série histórica. Com isso, o indicador chegou ao menor valor patamar desde o início da série (65 pontos).

O Índice de Expectativas caiu 35,6 pontos, para 59,9, o menor valor da série histórica. Já o Índice de Situação Atual cedeu 15,4 pontos, alcançando 70,9, o menor valor desde junho de 2018 (70,8 pontos).

Fonte: Agencia Brasil

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️