Conheça 6 passos para organizar as finanças, cortar gastos e poupar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

pandemia do coronavírus fez muitas famílias olharem para o orçamento e começarem a cortar os custos, seja por ter o salário reduzido, desemprego ou medo da instabilidade econômica.

Leia mais: Conheça 8 hábitos minimalistas que podem ajudar na sua vida financeira

Antes de começar a mexer no orçamento, especialistas recomendam que seja feito um bom planejamento para não desistir no meio do processo.

“É o que chamamos de criar um fluxo de caixa, ou seja, a anotação de tudo o que você recebe (renda líquida, já descontados os impostos) e tudo o que você gasta. É preciso anotar as despesas fixas e variáveis, com moradia, alimentação, saúde, transporte”, orienta a planejadora financeira Rejane Tamoto.

Leia mais: Mães e filhos criam os próprios brinquedos e driblam consumismo

Para ela, esse início da organização financeira é fundamental para que o planejamento prospere.

“Muitas pessoas começam a fazer essa anotação e desistem porque para fazer isso precisam organizar as informações.”

Rejane Tamoto

A educadora financeira Teresa Tayra concorda com Rejane e acrescenta que o planejamento deve incluir a separação dos gastos por categoria.

“Separar os valores por categoria facilita a visualização do quanto se tem de gastos essenciais e não essenciais.”

Teresa Tayra

Confira as dicas das especialistas:

1) Reduza os cartões de crédito

Diminua o número de cartões de crédito. Ter vários cartões de crédito pode passar a falsa ilusão de que gastou pouco, diz Rejane.

“Já vi casos de pessoas que gastavam R$ 1 mil em um, R$ 500 em outro e R$ 1 mil em outro e achava que os custos com os cartões eram poucos. Se somar tudo, é um valor considerável.”

Rejane Tamoto

O excesso de cartões também pode complicar as anotações dos gastos e acabar desestimulando a pessoa de incluí-los na planilha e, assim, organizar suas finanças.

Leia também: Veja dicas para economizar no supermercado em meio à pandemia

“Depois de reduzir os cartões, é importante estabelecer uma meta de gastos mensal com o que manter.”

2) Reduza as contas bancárias

A mesma regra dos cartões de crédito vale para as contas bancárias. Manter uma única conta facilita o controle de todos os gastos, investimentos, além de reduzir os custos com os pacotes de serviços.

3) Crie um fluxo de caixa

Distribua seus gastos em três caixas:

Veja também: Confira 5 dicas para não cair nas promoções da quarentena

• Eliminar – são os gastos que você viu que dá para cortar do seu orçamento. “Estou pagando por um serviço que não estou utilizando durante a pandemia, por isso vou cortar”, sugere Rejane.
• Reduzir – são gastos que podem ser negociados para reduzir custos: assinatura de algum serviço, planos de celular, internet etc.; e
• Fixos – são gastos com casa, alimentação, entre outros, que não dá para diminuir.

4) Separe os gastos por categoria

Além de se criar um fluxo de caixa, Teresa também recomenda que os valores de todos os gastos mensais sejam separados por categorias.

Isso facilita a visualização do quanto você tem de gastos essenciais e não essenciais, segundo ela.

“Compras de supermercado devem ser distribuídas em categorias como alimentação, produtos de limpeza e guloseimas. Classificando desta forma, fica mais fácil para você visualizar o que está gastando demais no item supermercado e te ajuda a controlar melhor.”

Teresa Tayra

5) Faça uma previsão orçamentária

Ter os valores prévios dos seus gastos mensais ajudam a dimensionar o padrão de vida que seu bolso permite.

“O uso do limite de cheque especial ou dos cartões de crédito como extensores de salário são a evidência mais concreta de que o orçamento está mal dimensionado”, orienta Teresa.

6) Crie uma reserva futura

Inclua uma categoria de “reserva futura” nos seus gastos.

“Assim você se compromete a poupar todo mês e evita aquele pensamento muito comum de ‘quando sobrar eu pouparei’. O problema é que agindo dessa forma nunca sobrará”, diz Teresa.

Fonte: R7

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️