Crise afasta parlamentares das eleições para prefeito

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A maior crise poltica pela qual passou o Congresso desde a Constituinte de 1988 – aliada ao fim do financiamento das campanhas por empresas – ter efeito direto nas eleies municipais. O nmero de parlamentares que se lana candidato a prefeito e vice-prefeito este ano dever cair em, pelo menos, 25% em relao a disputas anteriores. Levantamento preliminar feito pelo Estado com lideranas e comandos partidrios indica que 68 deputados federais de 20 partidos devero concorrer em outubro. Nessa conta, que representa um universo de 476 dos 513 deputados, esto inclusas as maiores bancadas da Cmara. PSDB e PMDB, campees em candidaturas na eleio municipal passada, com 13 cada um, devem lanar nove cada desta vez. O PT, que indicou 12 candidatos anteriormente, tende a ter sete candidatos. Somente sete partidos, pequenos e nanicos, no responderam aos contatos da reportagem. No Senado, com a desistncia de Romrio (PSB-RJ) em disputar a prefeitura fluminense, apenas dois parlamentares devem concorrer: a senadora Marta Suplicy (PMDB) tentar voltar ao comando da capital paulista e o senador Marcelo Crivella (PRB) concorrer pela terceira vez ao cargo de prefeito do Rio de Janeiro. Em 2012, cinco senadores foram candidatos. At o momento, a quantidade de deputados e senadores que devem ser candidatos est em 70 concorrentes – tradicionalmente esse nmero cai ainda mais at o registro das candidaturas pelos partidos e coligaes partidrias, prevista para ocorrer na eleio deste ano em 15 de agosto. A ttulo de comparao, nas trs ltimas eleies municipais, a quantidade de parlamentares postulantes sempre superou a casa dos 90 em um universo de 594: 92 candidatos em 2012, 95 em 2008 e 91 em 2004. O diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antnio Augusto de Queiroz, afirmou que a reduo dos parlamentares que vo concorrer nas eleies municipais se d por duas razes: o fim do financiamento empresarial das campanhas, determinado pelo Supremo Tribunal Federal, e os custos polticos decorrentes dos escndalos de corrupo, em especial a Operao Lava Jato e as investigaes que envolvem o ex-presidente da Cmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). ‘Os candidatos vo precisar vender o patrimnio se quiserem disputar e ainda vo pagar um preo enorme pelo custo de imagem em funo dos escndalos‘, afirmou Queiroz, da entidade que faz um acompanhamento das atividades do Congresso h mais de 30 anos. Para o dirigente do Diap, sem financiamento das campanhas por empresas, acabar a lgica dos parlamentares que concorrem nas eleies somente para fazer um ‘recall‘ com o eleitorado. ‘Em lugar de oxigenar seus nomes, os candidatos podem at queimar ainda mais a imagem. Um desempenho pfio pode comprometer uma futura reeleio‘, avaliou Queiroz, para quem o nmero de candidaturas poder cair ainda at a metade da ltima eleio municipal. A Lava Jato parece ter afastado tambm possveis concorrentes nas eleies deste ano. No levantamento feito pelo Estado, no consta nenhum nome envolvido na operao. Para Crivella, a campanha de 2016, sem financiamento empresarial dos candidatos, ser ‘franciscana‘ e ‘mais igual‘. ‘Acredito que o Ministrio Pblico Eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral e a prpria populao vo ter um olhar muito crtico para quem encher a cidade de propaganda, essas coisas conspcuas, perdulrias‘, afirmou ele, que concorreu a prefeito no Rio em 2004 e 2008 e ao governo estadual em 2006 e 2014, sempre durante mandatos de senador. O senador licenciado afirmou que pretende contar nesta eleio com recursos do Fundo Partidrio para fazer campanha. Disse que sempre fez campanhas eleitorais modestas e pretende gastar em todo o pleito deste ano entre R$ 4 milhes e R$ 6 milhes. Pelo teto de gastos divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral esta semana, cada candidato a prefeito do Rio pode gastar no primeiro turno at R$ 19,8 milhes e, no segundo, R$ 5,9 milhes.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️