Juara – Mato Grosso

14 de abril de 2024 16:12

[dataehoranews]

ALERTA CONTRA GOLPE: Entenda como agem os golpistas da compra de milho

Um produtor Rural do Vale do Arinos informou a Rádio Tucunaré como acontece o golpe de estelionato usando a compra e venda de milho na zona rural.

O colaborador informou, que tentaram dar esse golpe na sua propriedade e por isso sabe como os bandidos agem.

O golpe consiste no seguinte: o preço do milho no momento está baixo, então os produtores estão com grande estoque de milho e daqui uns dias, terão que limpar os armazéns, porque chegará a colheita da soja, mas todos estão com os armazéns cheio de milho, porque deixaram de vender milho a 78 até 60 reais a saca.

No entanto, hoje, o milho, devido a ampla oferta, está custando 33 reais a saca e de repente, aparece alguém fazendo contato por whatsapp, com uma proposta pagando 40 reais na saca do milho. A proposta de compra nunca é para muita carga, sempre três cargas até cinco cargas.  Que vai de 3.000 sacas 5.000 sacas, e paga sobre rodas. O pagamento sobre rodas, é depois que a carga já está em cima do caminhão, pesada, com a nota fiscal emitida.

Nos últimos dias, um produtor do Vale do Arinos, cuja propriedade não tem silo e nem secador, então trabalha com “silo bolso”, ou seja, colhe o milho bem seco e armazena o silo bolso, mas que não tem balança, então não tem como pesar o caminhão. Então ele foi lá, jogou o milho, aproximou mais ou menos a carga em dois caminhões e mandou o caminhão completar a carga no armazém de outro produtor, que tem um pouco de milho depositado. Quando o caminhão chegou no local, o cara completou a carga, emitiu a nota, deu a nota pra ele e ele “ganhou o Goiás”, sem esperar o outro caminhão e partiu para estrada e não esperou o outro caminhão.

Quando o produtor chegou para completar a carga do 2° caminhão, percebeu que o 1°caminhão já tinha ido embora, aí então, ele telefonou para o comprador, que respondeu que havia mandado dinheiro em espécie para o motorista do caminhão e seria o motorista que deveria pagar o produtor!

O estranho é que não é comum um caminhoneiro carregar dinheiro em espécie no caminhão, apontou o informante.

Nesse caso, no Vale do Arinos, a sorte do produtor lesado é que havia ainda um caminhão, que foi impedido de sair, o produtor chamou a polícia militar e uma Blitz foi montada.

Um outro produtor, que possui câmeras, que vigiam o trafego das rodovias, ao verificar as imagens, constatou que o tal caminhoneiro golpista havia passado e o comando da PM de Sapezal e também de Campo Novo de Parecis foi avisado.

Para amparar a denúncia, o dono de um restaurante na estrada também informou, que o tal motorista golpista estava por ali e com fotos e imagens a PM foi avisada e a guarnição da PM de Sapezal deslocou a viatura no mesmo momento e encontram ele no caminho, então, esse produtor conseguiu recuperar o produto, graças a uma ação rápida entre PM e produtores engajados em coibir o crime, porém os golpes continuam e é preciso estar atentos nessas manobras que os meliantes usam.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br