Juara – Mato Grosso
Quarta-Feira, 08 de Dezembro de 2021

Ciclista que percorre 67 países incluindo Brasil pretende completar a meta de 800 mil quilômetros.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Natural de São Raimundo Nonato, Estado do Piauí, o ex-cortado de cana Renato Campinho decidiu fazer uma aventura, percorrer o Brasil e o mundo de bicicleta, aventura que Renato iniciou ainda no ano de 2005.

Dessa época em diante ele percorreu de bicicleta 67 países incluindo o Brasil.

Atualmente, o ciclista aventureiro já percorreu mais de 600.000 km (seiscentos mil quilômetros), e segundo ele, mesmo estando com 50 anos de idade, Renato Campinho disse que não pretende parar, e que sua meta é alcançar 800.000 km ou mais durante toda sua trajetória.

Nesta semana, Renato Campinho passou pelo município de Juara onde foi recebido na Associação dos Deficientes Físicos de Juara (ADEJU) para um juntar e almoço e depois seguiu viagem com destino ao Estado de Rondônia e Acre e posteriormente ir a Dubai.

Ele concedeu entrevista a rádio Tucunaré e acessenoticias onde falou um pouco de sua trajetória.

“Hoje, eu considerado essa caminhada como uma profissão e não consigo mais ficara parado em um só lugar, porque já me adaptei na estrada. Faço parada em vários lugares para pousar e carrego na bagagem todos os apetrechos”, disse ele.

Questionado pela nossa reportagem se ele tem algum tipo de patrocínio, o mesmo disse que não, e que viaja e sobrevive apenas com as doações que recebe por onde passa.

Renato Campinho não é casado e nem tem filhos, e disse que até já pensou em casar, mas devido a sua trajetória, isso fica difícil, porque sua companheira teria que seguir o mesmo destino, mas é difícil encontrar uma mulher que aceite o desafio.

Quanto ao município de Juara, ele disse que apesar de ter andado pouco pela cidade gostou muito, e assim como em milhares de cidades e países por onde passou leva algo de aprendizagem, e agradeceu aos colegas da ADEJU pela recepção e hospedagem, coisa que é difícil encontrar em outras cidades.

 

Fonte: Acessenoticias/radiotucunare

Com muito ❤ por go7.site