Juara – Mato Grosso
Sábado, 13 de Agosto de 2022

Tentativa de Golpe em Juara: É falsa a informação de que Defensoria Pública cobra por atendimento jurídico

É falsa a informação de que a Defensoria Pública cobra por atendimento, peticionamento, ou qualquer outro tipo de serviço judicial ou extrajudicial. Toda assistência jurídica realizada pela Defensoria Pública de Mato Grosso é 100% gratuita. A informação falsa sobre a suposta cobrança circulou em conversas de WhatsApp no último fim de semana, em Juara.

Todos os serviços prestados pela Defensoria Pública são totalmente gratuitos, e não há nenhuma hipótese em que o cidadão ou cidadã tenha que fazer qualquer tipo de pagamento à instituição ou a qualquer pessoa ligada a ela. Qualquer informação contrária a isso é falsa, provavelmente escondendo um golpe, e deve ser denunciada tanto à própria Defensoria quanto à polícia”, afirmou o defensor público-geral, Clodoaldo Queiroz.

Na manhã do último sábado (12), uma advogada entrou em contato com Angela Michely Leite, assessora da defensora pública Carolina Giordano, coordenadora do Núcleo, relatando que um dos seus clientes havia recebido uma cobrança, em dinheiro, para o arquivamento de um processo, de uma suposta defensora pública que atuaria na comarca. Porém, o nome informado pelo golpista não é de nenhuma defensora pública estadual.

Nesse final de semana, fomos surpreendidos, no Núcleo de Juara, com a informação de que estavam utilizando o nome da Defensoria Pública, com o nome fictício de uma defensora pública, solicitando valores em dinheiro, para supostamente arquivar um processo criminal”, narrou Carolina.

Imediatamente, toda a equipe da Defensoria Pública em Juara negou a informação e entrou em contato com o Fórum e outras autoridades públicas locais para alertar sobre a suposta tentativa de golpe.

“É importante o alerta à população de que a Defensoria Pública presta um serviço de assistência judiciária gratuita, não exigindo valores ou pagamentos dos assistidos para a realização de qualquer ato em seu favor”, esclareceu a defensora.

Todos os canais de atendimento da Defensoria Pública de Mato Grosso, incluindo telefone, WhatsApp, atendimento online e e-mail, estão disponíveis no site da Instituição (http://www.defensoriapublica.mt.gov.br/).

Além disso, os Núcleos da DPMT já estão atendendo a população presencialmente, por meio do agendamento prévio e apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid. Os casos urgentes, como ações de saúde e pedidos de liberdade, são atendidos imediatamente, mesmo sem agendamento prévio.

“Já aconteceu uma situação há algum tempo aqui, mas a pessoa se passava por um juiz. Agora, estão usando o nome da Defensoria. É importante frisar que, em hipótese alguma, a Defensoria Pública exigirá o pagamento de qualquer valor”, destacou Carolina.

Fonte: lexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

Com muito ❤ por go7.site

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.