Juara – Mato Grosso

20 de maio de 2024 08:08

[dataehoranews]

Em Juara somente 54% de beneficiários estão com cadastros atualizados para os programas de auxílio do Governo Federal.

A coordenadora do cadastro único do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) de Juara Vilma Santoro, falou a reportagem da Rádio Tucunaré sobre o cadastramento, para quem quer receber o auxílio do Governo Federal.

Esse trabalho é continuo e é feito de segunda a sexta-feira e as agentes fazem visitas, para quem precisa do auxílio Brasil, porém os outros benefícios, como baixa renda de energia, carteira do idoso, e qualquer outro benefício que esteja contemplado pelo cadastro único, é preciso providenciar pessoalmente no CRAS, explicou Vilma.

A coordenadora alertou, que neste momento estão com uma lista de averiguação e revela que aqueles que estiverem neste momento com o benefício bloqueado ou cancelado, devem procurar o CRAS para fazer atualização de cadastro. Ocorre que, o governo faz cruzamento de dados e por isso toda e qualquer indicação que esteja presente nesses cruzamentos de dados e que não estejam constando do cadastro único, será considerado uma falta de informação verídica por parte da pessoa, informou. “Em Juara o cadastro está atualizado em 54%, mas esse índice precisa ser má de 80% a mais”, destacou.

O cadastro único é um documento que precisa ser atualizado como por exemplo, a pessoa começa a trabalhar com carteira assinada e não aparece para informar. O governo federal oferece um prazo de três meses para a pessoa se manifestar e se a pessoa não atualiza, será excluída automaticamente do sistema.

O cadastro único também serve para comprovação de renda em questões judiciais, casamento social e além disso, existem outras mudanças que acontecem, como troca de linha telefônica, mudança de endereço e como não são comunicadas no setor, essas pessoas são excluídas do sistema e param de receber o benefício, informou Vilma.

A falta de atualização do cadastro é um dos principais motivos de exclusão dos benefícios.  Vilma lembra ainda, que ao realizar o cadastro, a situação da família é uma e após um ano pode ser outra e como esquece de fazer atualização com as novas informações, ocorrem os bloqueios.

Outros casos são de pessoas que se casam ou vão morar juntas e não relatam o nome do companheiro, acreditando que ele não será beneficiado há também aqueles que esquece de trazer a certidão de nascimento de seus bebês. Caso exista um tipo de denúncia o cadastro dessa pessoa ficará bloqueado.

Crianças que não frequentam a escola e não são levadas para pesagem vacinação também sofrerão bloqueios.

Para fazer atualização cadastral ou solicitar o benefício é preciso entregar todos os documentos de todos os moradores da casa e solicitar a visita.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br