Juara – Mato Grosso

25 de julho de 2024 14:11

Gravíssimo: Denúncias Revelam que Museu de Juara estava sendo usado como “Hotel”; Prefeitura Toma Medidas Rigorosas.

A Prefeitura de Juara recentemente enfrentou uma situação inusitada envolvendo o uso indevido das instalações do Museu de Juara, que fica na Praça dos Colonizadores.

De acordo com denúncias recebidas, algumas pessoas estavam utilizando a sede do museu como moradia, desfrutando de ar condicionado e outros recursos sem nenhuma autorização legal. Além disso, a limpeza do local estava sendo realizada por servidores públicos, configurando um abuso do patrimônio público, como se fosse uma hospedagem de luxo às custas dos cofres municipais. Segundo os gestores, tudo está registrado.

Diante dessa situação, a administração municipal tomou medidas imediatas para resolver o problema.

Em entrevista exclusiva à Rádio Tucunaré, o Coordenador de Divisão de Turismo da Prefeitura de Juara, Gleidson de Almeida Dias, esclareceu os fatos e desmentiu os boatos de que o Museu havia sido fechado pela Prefeitura.  “Primeiramente, o museu não foi fechado. O que estava acontecendo aqui é que várias pessoas tinham cópia da chave do museu e estavam usando para dormir, pernoitar aqui dentro, com três ar-condicionados ligados dia e noite. Isso gerou um prejuízo enorme aos cofres públicos,” explicou Gleidson.

Ele detalhou que, além do uso indevido das instalações, algumas pessoas também faziam festas e deixavam o local em desordem. “Teve uma época em que os ar-condicionados ficaram cinco dias ligados seguidos. Eu vim aqui desligar e uma das pessoas disse que não conseguia desligar o ar. Eu só apertei o botão do controle e desliguei,” contou o coordenador, enfatizando o descaso com o patrimônio público.

Para resolver a situação, a administração municipal tomou a decisão de trocar as fechaduras do museu e organizar a abertura e o fechamento do local de forma adequada. “A gente designou uma pessoa para abrir o museu durante o dia e um guarda-noturno para fechá-lo às 22 horas. Então, quem quiser visitar o museu das 7 da manhã às 22 horas, está liberado. Ninguém fechou o museu, ninguém tem essa intenção,” reforçou Gleidson.

Ele também desmentiu os boatos de fechamento do museu, classificando-os como “comentários de pessoas que nem sequer vieram aqui para saber o motivo.”

Medidas Adotadas

As ações tomadas pela administração incluíram:

Troca das fechaduras: Para impedir o acesso não autorizado.

Designação de funcionários: Um responsável pela abertura durante o dia e um guarda-noturno para o fechamento.

Continuidade na limpeza: A limpeza continuará sendo feita pela equipe de limpeza já designada, mas agora com supervisão adequada.

Gleidson destacou que essas medidas foram tomadas em conjunto com a gestão e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. “Todos sabiam e concordaram, então não foi uma decisão minha, foi uma decisão conjunta,” afirmou.

A entrevista completa com Gleidson esclareceu que o museu permanece aberto ao público dentro dos horários estabelecidos e que as ações tomadas visam apenas proteger o patrimônio público e garantir seu uso correto.

Gleidson também abordou a questão das responsabilidades e da falta de ação por parte de alguns membros do conselho do museu. “Infelizmente, o pessoal do conselho não aparece aqui. É só falácia. Desde que cheguei aqui em novembro, o que encontrei foi uma baderna. As pessoas que deveriam zelar pelo museu estavam se esquivando de suas responsabilidades,” disse ele.

Além disso, Gleidson revelou que o problema de pessoas pernoitando no museu não era novo. “Faz quase três meses que estamos trabalhando para resolver esse problema. Encontramos camas nas salinhas, onde as pessoas dormiam. Em uma ocasião, uma pessoa deixou o museu aberto durante a madrugada. Isso era uma situação insustentável e de total desrespeito ao patrimônio público,” contou.

Esclarecimento à Comunidade

A administração municipal quer deixar claro para a comunidade de Juara que o museu não foi fechado e continua aberto para visitação. As medidas adotadas são para garantir que o local seja usado corretamente e para proteger o patrimônio público. Gleidson enfatizou: “O museu está aberto das 07 da manhã às 22 horas. Ninguém tem a intenção de fechar o museu. Essas medidas são para assegurar que o espaço seja utilizado de forma apropriada e que o patrimônio público seja respeitado.”

A administração municipal também explicou a decisão de designar guardas para abrir e fechar o museu. “Antes não tinha quem abrisse. Você chegava ali sete, oito, nove, dez, horas da manhã, estava trancado, porque o pessoal dormia lá dentro e trancava a porta, pra ninguém incomodar. Agora não, sete horas da manhã o guarda abre e vai até as vinte e duas horas da noite com o guarda da noite que fecha“, explicou Gleidson. Isso garante que o museu esteja acessível ao público durante o horário de funcionamento estabelecido e evita o uso indevido das instalações.

Ele também mencionou que, apesar das dificuldades, a administração está comprometida em manter o museu aberto e acessível à população. “A gente tomou essa atitude porque estamos certos de que é o correto a se fazer. Temos testemunhas e apoio da equipe de funcionários. A decisão foi pensada e tomada em conjunto com a gestão e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico,” concluiu Gleidson.

Finalização

A Prefeitura de Juara reafirma seu compromisso com a preservação do patrimônio cultural e histórico da cidade. A administração municipal está determinada a manter o Museu funcionando de forma adequada, e em momento algum foi fechado, garantindo que todos possam usufruir deste importante espaço cultural de maneira ordenada e respeitosa.

A comunidade é convidada a visitar o Museu de Juara e a conferir de perto as medidas adotadas para garantir a preservação e o bom uso do local.

A administração municipal agradece a compreensão e o apoio de todos os cidadãos de Juara.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br