Juara – Mato Grosso

20 de maio de 2024 08:29

[dataehoranews]

Juara: Escorpiões na zona urbana e rural aumentam. Saiba como proceder caso perceba esse animal em casa

Um dos animais peçonhentos mais perigoso para o humano é o escorpião e em Juara há vários relatos da presença desse animal na época das chuvas, pois saem das tocas com mais frequência, além disso, a oferta dos alimentos dos escorpiões se dá com os terrenos sujos, que abrigam insetos, seu “prato” preferido.

Escorpiões podem ser encontrados em todas as regiões do Brasil, na zona urbano ou rural. São animais de hábitos noturnos e se escondem sob pedras, entulhos, lenha, material de construção, encanamentos, dentro de calçados e roupas, no interior das casas e em seus arredores. São carnívoros.

A bióloga da vigilância Ambiental de Juara Arlete Assunção Ramos declarou à rádio Tucunaré e site acesse notícias, que no período chuvoso é comum aumentar os acidentes com animais peçonhentos na época das chuvas.

No município de Juara vários acidentes com cobras escorpiões e aranhas tem uma maior incidência nessa época do ano.

A bióloga recomenda que a limpeza do ambiente seja feita com frequência tanto na zona rural como Urbana. Ela recomenda ainda, que ao caminhar em ambientes abertos nunca seja descalço e se for na zona rural usar também protetores para as pernas.

A população vem apontando vários acidentes ultimamente no município e em relação específica a este animal, os terrenos é fundamental, disse.

Uma medida importante é que o morador quando perceber a presença deste animal em sua casa, exatamente a vigilância ambiental através do telefone (66) 3556-1344 que também possui Whatsapp desse número ou procure a secretaria de saúde para comunicar a vigilância ambiental para fazer a coleta e estudo desses escorpiões para serem identificados.

O mesmo procedimento vale para as cobras e demais animais peçonhentos que serão capturados e levados para locais seguros para humanos e para eles.

O tipo de escorpião que pode causar a morte de uma pessoa são os Tityus, que causam os problemas mais graves e para saber se esse tipo de escorpião está em Juara, é preciso fazer a comunicação ou coletar o animal e mandar para a vigilância ambiental, alertou Arlete.

O escorpiões alimentam-se de insetos, como cupins, grilos e baratas (especialmente), mas podem sobreviver longos períodos sem comida e sem água. Isso significa, que ele procura locais onde encontra alimento fácil.

É importante tomar medidas preventivas, como manter a limpeza e organização dos ambientes, evitar acúmulo de lixo e entulhos, vedar frestas e buracos em paredes e pisos, utilizar telas em janelas e portas, e utilizar repelentes ou inseticidas quando necessário. Também é importante sempre sacudir roupas e calçados antes de usá-los, especialmente em locais com grande incidência de escorpiões.

No estado de Mato Grosso, existem várias espécies de escorpiões, incluindo algumas que são potencialmente perigosas para os seres humanos. Algumas das espécies mais comuns no estado incluem:

Tityus serrulatus: É uma espécie de escorpião amarelo, também conhecido como escorpião amarelo do nordeste. É considerado o escorpião mais venenoso do Brasil e pode causar complicações graves em pessoas que são picadas por ele.

Tityus bahiensis: Também conhecido como escorpião marrom, é encontrado em todo o Brasil e é considerado uma espécie potencialmente perigosa. É comum em áreas urbanas e pode ser encontrado em locais como telhados, entulhos e jardins.

Rhopalurus agamemnon: É uma espécie de escorpião que é comum em áreas rurais do estado e é encontrada principalmente em regiões de cerrado e caatinga.

Brotheas amazonicus: É uma espécie de escorpião que é encontrada em áreas de floresta do estado, especialmente na região amazônica.

É importante lembrar que todas as espécies de escorpiões podem ser perigosas, e qualquer pessoa que seja picada por um escorpião deve procurar atendimento médico imediatamente.

Se uma pessoa pisar em um escorpião e for picada, é importante seguir as seguintes orientações:

1-Limpe a área da picada com água e sabão.

2-Mantenha a pessoa calma e imóvel para evitar que o veneno se espalhe mais rapidamente pelo corpo.

3-Procure atendimento médico imediatamente, levando o escorpião ou uma foto dele para identificação.

4-Se possível, aplique uma compressa fria na área da picada para ajudar a aliviar a dor e reduzir o inchaço.

5-Evite aplicar qualquer tipo de medicamento ou substância na área da picada, pois isso pode piorar a situação.

6-Em casos mais graves, pode ser necessário administrar um soro antiescorpiônico para neutralizar o veneno e prevenir complicações.

É importante lembrar que a picada de escorpião pode ser perigosa, especialmente em crianças, idosos e pessoas com problemas de saúde pré-existentes. Por isso, é essencial buscar atendimento médico o mais rápido possível e seguir as orientações do profissional de saúde.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br