Juara – Mato Grosso

30 de maio de 2024 15:05

[dataehoranews]

Live da Tucunaré: Psicóloga vai abordar os impactos causados pela ausência paterna

Dia 28, às 15 horas, a psicóloga e coordenadora do CRAS Mayara Franco participará de uma Live na Rádio tucunaré sobre a importância do reconhecimento da paternidade.

Segundo dados da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), obtidos a partir do Portal da Transparência do Registro Civil, cartórios brasileiros registraram, no início deste ano, o maior número de recém-nascidos identificados somente com o nome da mãe. De janeiro a abril, foram registrados 56,9 mil bebês por mães solo, o maior número em comparação com o mesmo período de anos anteriores.

Localmente, em Juara também de acordo com o Portal da Transparência do Registro Civil, dos 4% foram registrados sem o nome do pai na certidão de nascimento. Mais de 18 mil crianças são registradas sem o nome do pai no estado.

A psicóloga e coordenadora do CRAS Mayara Franco, participará de uma live na Rádio Tucunaré, no dia 28, quarta-feira, às 15 horas, para falar sobre os aspectos psicológicos da ausência paterna na vida de uma pessoa.

A ausência pode se dar por vários motivos, inclusive, a presença física pode existir e a distância afetiva se fazer presente. Todavia, independentemente da causa, essa ausência pode ocasionar importantes prejuízos desde a infância, se estendendo ao longo da vida do filho.

O sentimento de abandono, insegurança, dificuldade de socialização e aprendizagem, propensão ao uso de drogas e até tendência para desenvolvimento de transtornos psicológicos, são alguns pontos importantes que as autoridades de saúde vem apontado devido à ausência paterna.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determina que, caso o pai não queira reconhecer o filho, a mãe pode indicá-lo com genitor no cartório, que deverá comunicar o fato aos órgãos competentes para início do processo de investigação de paternidade.

Em Juara a Defensoria Pública de Juara em parceria com a Secretaria de Assistência Social, promovem o Mutirão de reconhecimento da paternidade entre os dias 03 e 07 de Outubro, onde a Defensoria realizará reuniões com as interessadas.

O objetivo é garantir o direito fundamental ao reconhecimento da paternidade/filiação, seja biológica, afetiva ou por adoção. O atendimento é gratuito.

Interessados podem fazer contato via whatsapp para o telefone da Defensoria via Whatsapp (66) 99649-1767 e será agendado uma reunião, para atender os casos entre os dias 03 ao 07 de outubro.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Parceiros e Clientes

Entre no grupo Acesse Notícias no Whatsapp e receba notícias em tempo real.
Feito com muito 💜 por go7.com.br