Juara – Mato Grosso
Sábado, 13 de Agosto de 2022

Por decisão judicial acusado de matar jovem em cemitério de Porto dos Gaúchos deve ir a júri popular

Um acusado de matar um jovem de 18 anos de idade a tiros no cemitério municipal de Porto dos Gaúchos vai a júri popular, conforme despacho do juiz de direito da Comarca, Dr. Rafael Depra Panichella.

O crime aconteceu no mês de fevereiro de 2021.

No dia do crime, o jovem Mateus Riato foi agredido a socos pelo acusado e depois levado até o cemitério municipal onde foi morto com um disparo de arma de fogo no pescoço.

Ele foi encontrado no dia seguinte pelo coveiro dentro de uma cova no cemitério, e assim que a Polícia Judiciária Civil, comandada pelo delegado Dr. João Antônio Batista Ribeiro Torres tomou conhecimento dos fatos, as investigações iniciaram e o acusado foi preso ainda em flagrante delito.

Durante as investigações, através dos depoimentos de testemunhas, a polícia descobriu que a motivação do crime ocorreu, porque Mateus Riato mantinha um relacionamento com uma ex-namorada do acusado.

A decisão do juiz Rafael Depra Panichella de levar o acusado a júri popular foi devido o crime ter sido cometido por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, o que caracterizou homicídio qualificado.

“Portanto, os depoimentos prestados pelas testemunhas ao longo da persecução penal, aliados às demais provas materiais colhidas nos autos, caracterizam os elementos de autoria suficientemente aptos a pronunciar o acusado e conduzi-lo a julgamento perante a corte popular”, disse Panichella, na decisão.

O magistrado ainda determinou que o acusado deverá continuar na cadeia. O réu ainda pode recorrer da sentença.

Fonte: acessenoticias/radio Tucunare

Com muito ❤ por go7.site

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.