Juara – Mato Grosso
Terca-Feira, 09 de Agosto de 2022

Projeto de Lei que impede uso de linguagem neutra em escolas de Juara está em trâmite na Câmara.

O Vereador Wellington Martins, em entrevista à rádio Tucunaré, explicou sobre o seu projeto de Lei que criou no ano 2021, que trata da proibição do pronome neutro, conhecido como linguagem neutra no âmbito do município de Juara e que, espera ser aprovado nesse ano.

LEIA : Projeto de Lei do Legislativo nº 001-2022 – Proíbe a utilização de pronomes de tratamento neutros

O Projeto de Lei que deu entrada em 2021 e ao ser analisado, como normalmente acontece como todos projetos, pela Comissão de Constituição e Justiça, mas ele foi barrado por ter sido considerado inconstitucional, contou o parlamentar.

Diante da situação, após algumas adequações, apresentou novamente o Projeto nessa 1° sessão ordinária de 2022, explicou.

Agora o Projeto 001/2022 será analisado pelas Comissão de Constituição Justiça e Comissão de Educação, para depois, se passar pelas Comissões, aí sim, vai para o plenário para ser votado, disse.

Wellington representa a vontade de parte da população que pediu essa lei sobre o tema. “a gente está empenhado nisso, que este na verdade, é um anseio da população, que nos pediu que criasse, pegasse esse projeto novamente, e colocasse em pauta outra vez …. e espero, que todos os vereadores encabecem, principalmente nas comissões e aprovem o projeto para gente poder pôr em pauta e votação, na próxima sessão”, disse.

No final da entrevista, o vereador Wellington Martins ressaltou que no entanto, não está dizendo que a linguagem de neutra esteja sendo praticada em Juara, mas apenas está prevenindo. “É melhor remediar, é melhor prevenir do que remediar, o velho ditado diz, então assim é, só a prevenção mesmo, a lei criada, porque se por ventura, qualquer aventureiro amanhã venha querer colocar isso nas instituições escolares do município, já que existe uma lei municipal, prevendo a proibição dessa tão famosa chamada linguagem neutra, e aí, é para que as crianças possam ser mais protegidas é a família, a educação, a religião enfim, esse é nosso objetivo é nosso princípio”, encerrou  o vereador.

Linguagem neutra

A linguagem não binária, também denominada linguagem neutra, é um fenômeno social, político e linguístico vinculado às lutas identitárias de grupos LGBTQ+. Criada há cerca de 10 anos, no contexto das redes sociais e do surgimento de coletivos militantes, grafa ‘x’, ‘@’ ou ‘e’ em substantivos para neutralizar o gênero gramatical. O ‘e’ é a primeira experimentação pronunciável e vem conquistando falantes. ‘Todes’ já é uma palavra popular, utilizada para substituir o masculino genérico – “Bom dia a todes” –, ou em contexto no qual o falante quer contemplar todos os gêneros, especificando-os: “Bom dia a todas, todes e todos”. Também propõe os pronomes pessoais Ile e Elu e suas derivações.

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias

Com muito ❤ por go7.site

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com a utilização de TODOS os cookies. Leia nossa Política de Privacidade na íntegra.