baner topo1
Juara – Mato Grosso
Sexta-Feira, 15 de Outubro de 2021

Trio acusado de matar pioneiro da aviação em Juara irá a júri popular

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Os três acusados de envolvimento na morte do pecuarista e piloto de avião, João de Deus Guirós, 84 anos, serão julgados no próximo dia 21, em Juara (300 quilômetros de Sinop). A vítima foi encontrada morta em sua residência, localizada na região central do município, em novembro de 2014. João foi atingido por pelo menos cinco tiros, sendo um na boca e os outros no tórax.

Os três acusados de matar o pecuarista chegaram a ser denunciados por homicídio triplamente qualificado, cometido por motivo torpe, de maneira cruel e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima. Porém, em decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, a qualificadora do emprego de meio cruel foi derrubada e, desta forma, o trio será julgado por homicídio duplamente qualificado.

Entre os três réus, apenas um está preso preventivamente, sendo que os demais aguardam o júri em liberdade. Ainda que o julgamento seja realizado de forma híbrida, os suspeitos poderão participar presencialmente, desde que apresentem comprovante de vacinação. Já as demais testemunhas serão ouvidas por meio de videoconferência.

Na época em que foi morto, João morava sozinho e vizinhos disseram ter visto ele chegando, na noite anterior, por volta das 21h. Pouco tempo depois, ouviram tiros, mas não souberam identificar de onde vieram. Um amigo o procurou, já no domingo pela manhã, e encontrou a casa semiaberta estranhando o fato. Ao olhar o interior, o encontrou caído e acionou ajuda.

João era um dos pioneiros da aviação na região.

Fonte: Só Notícias/Herbert de Souza

Com muito ❤ por go7.site