baner topo1
Juara – Mato Grosso
Domingo, 19 de Setembro de 2021

Ministro da Infraestrutura estará em Sinop para apoiar construção da Ferrogrão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, estará em Sinop, na próxima semana, participando de movimento em apoio a construção da Ferrogrão, da capital do Nortão ao porto de Miritituba, em Itaituba (PA), às margens direita do rio Tapajós. A data ainda será anunciada. O ato será no Centro de Eventos Dante de Oliveira. A informação foi confirmada, ao Só Notícias, pelo presidente do Sindicato Rural, Ilson José Redivo, que é um dos organizadores. 

Também serão convidados o governado do Estado Mauro Mendes, prefeitos da região, além de todos os presidentes de entidades representativas de classe. “É um movimento pró-ferrogrão que é um sonho para o setor produtivo como um todo. Não vai contribuir só para o setor agrícola, vai transformar essa região. Está trazendo infraestrutura que é o que nós precisamos”, avaliou o presidente. 

Redivo emendou que, “como é uma região que vive da agricultura, que sustenta o Estado, a Ferrogrão vai contribuir muito, uma nova ferrovia tem função de balizadora dos fretes para escoamento da produção de Sinop e o Brasil”, apontou, referindo-se ao escoamento com maior rapidez e economia para o exterior de centenas de toneladas de soja, milho e demais produtos além de trazer insumos para a região Norte.

Lideranças buscam intensificar a conscientização da importância da ferrovia para Mato Grosso e Pará e combater argumentos de ativistas internacionais que começaram a se manifestar contrários a Ferrogrão.

O corredor ferroviário de exportação do Brasil pelo Arco Norte contará com 933 quilômetros de extensão e, segundo o ministério, nasce com “Selo Verde” por conta da sua preocupação ambiental. Numa segunda etapa ligará mais 150 quilômetros até Lucas do Rio Verde.  A iniciativa privada vai aportar parte dos recursos para construção da ferrovia.

Sorriso, um dos maiores produtores de soja e milho no Brasil, está formando comissão pró-logística com representantes do executivo, legislativo e diversas entidades para que os trilhos das ferrovias cheguem até o município ou que seja instalado o mais rápido possível nas cidades vizinhas gerando redução no custo logístico para o agro. 

Fonte: Só Notícias/David Murba (foto: assessoria)

Com muito ❤ por go7.site