Enfermeiro de Juara com COVID19 publica relato emocionante e mostra exame positivo para alertar os descrentes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

O enfermeiro Guilherme Nobres, lotado no hospital municipal de Juara, declarou em sua rede social Facebook, que é portador da doença coronavirus. Junto com a declaração, postou o resultado do exame positivo.

De forma emocionante mostrou sua preocupação com as pessoas que não estão se cuidando e por vezes não acreditam na existência da doença.

Preocupado conscientizar as pessoas e desmistificar boatos de que a doença não existe em Juara, decidiu por sua livre iniciativa usar as redes sociais para alertar a população sobre a pandemia. Ao final da matéria o exame positivo postado pelo próprio paciente de forma publica.

O Enfermeiro está em isolamento, da doença e passa bem.

Leia na íntegra os relatos de Guilherme Nobres:

“Hoje é um dia diferente!
Essa semana passei por algo no qual eu nunca imaginaria passar, nem nos meus piores pesadelos eu esperaria isto, mas, dos males o menor.

Nessa semana passei por vários sentimentos, comecei no medo, dei uma passada pela raiva e hoje cheguei na gratidão imensa.

Enfim! Para quem não sabe, dia 17 de maio comecei sentir dor de cabeça, mal estar, e cansaço respiratório, tudo sintomas muito leves. Estes sintomas me acompanharam por toda aquela semana. Algo a não se preocupar, bom, considerando que sou enfermeiro e que trabalho em dois lugares, dormindo noite sim, noite não, um mal estar já é de se esperar.

Levando em conta a pandemia, muitas vezes brinquei com pessoas a minha volta, dizendo q eu estava com coronavirus, mas nunca imaginei q seria real.

Chegando no fim de semana seguinte, ao passar perfume para visitar minha namorada (lógico 😜 kkk) reparei que não estava sentindo cheiro, fui até meu pai e perguntei se eu estava cheirando bem, ele disse q sim, logo me assustei, pois um dos sintomas do covid é não sentir cheiro ou gosto. Enfim! Conversei com colegas de trabalho e logo fiz o teste rápido. Aí começa a saga.

No momento em que fiquei sabendo que estava com COVID19, minha cabeça deu um nó, pensei: “Como assim, não to sentindo nada no momento. Pra onde eu vou agora? Quem me contaminou, mesmo eu usando meus EPIs? Quem será q eu contaminei? Será que eu vou piorar a ponto de ser intubado? Será que eu vou morrer? E minha família? E minha avó de 91 anos? E meu avô que tive contato? E meus pais? E minha namorada?”
Nas primeiras horas quis ficar quieto e pensar. Resolvi viver um dia de cada vez o meu isolamento.

Antes que perguntem, todos os meus contatos testaram negativo para covid, mesmo assim fizeram isolamento também.

Durante o isolamento reforcei em mim, o quão importante é a familia e os amigos. Tive contato com pessoas do qual eu menos esperava, ou não simpatizava, e elas se mostraram mais preocupados comigo do que amigos de longas datas. Foi no isolamento que eu senti o quanto trabalhar faz falta e o quanto trabalhar não faz falta. Foi no isolamento que eu senti que a ignorância de alguns, principalmente na internet “terra sem lei”, pode chatear. Mas, levando em conta que a ignorância é uma doença pior que o covid e que só é curada com educação, fiquei na minha, e não me manifestei, pois, esse remédio “educação”, meus pais começaram a me dar quando eu ainda era bem menino. Foi no isolamento que tive conversas longas (online claro rsrs) com pessoas que não conversava a muito tempo, devido a trabalhar e trabalhar e não parar. E foi hoje no isolamento, na véspera de sair da reclusão, que a gratidão veio. Gratidão por não ter tido sintomas graves, gratidão por ter com quem contar nas horas difíceis e Gratidão por poder ver o sol e ficar debaixo dele.
Engraçado né, porque será que somente damos valor as coisas quando elas ficam restritas?
Resumindo, nunca imaginei que uma gripezinha pudesse ensinar tanto.

Esse meu texto além de ser um relato, tem objetivo de alertar os meus e a quem se importar com o que esta lendo, que se cuidem. Levem em conta as medidas sanitárias, utilizem os EPIs, se cuidem. Vc que é jovem e que provavelmente terá só uma gripezinha como eu, proteja os outros, não se contamine para não contaminar. Você que é do grupo considerado de risco, não brinque, não pague para ver.

Não acredito que Deus tenha enviado uma peste tão crueu para destruir sua maior criação, mas, já que ela chegou, acredito que o criador espera que possamos evoluir, dar importância ao q é importante, e que possamos respeitar o que precisa ser respeitado, e que possamos ver o quão frágil nós somos, que nosso dinheiro não seja adorado, e que o nosso ego seja domado.

Para terminar, sei que você leitor já está cansado kkkk. Quero somente agradecer a todos que se fizeram importantes para mim, cada “bom dia”, “bom isolamento”, “melhoras”, “vai ficar tudo bem”, “estamos com saudade” me deu energia para suportar esses dias entre eu o computador, a TV e o celular.

Um último apelo, conversem com quem está com COVID e com seus familiares mais próximos, não por curiosidade, mas por se importar mesmo. Acredito que poucas coisas se tornaram tão apavorantes atualmente, e nunca imaginei que um bom dia se tornaria tão importante. Acredito que muitos ainda irão se contaminar, e ter alguém demonstrando importância é muito bom. Não faça isso somente pelo outro, faça por vc. Pois, vc pode ser o próximo e precisará de ajuda.

(Se puderem repassem o texto, talvez possa ajudar alguém).” – Guilherme Nobres

Fonte: Rádio Tucunaré e Acesse Notícias com informações de Guilherme Nobres

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️