Entidades do agro pedem em carta a Bolsonaro garantias para logística e abastecimento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

A ameaça de paralisação das atividades portuárias em Santos, aventada ontem pelo sindicato dos estivadores local, motivou uma carta conjunta de mais de 40 entidades ligadas à atividade agropecuária no país.

Direcionado ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o documento solicita apoio do governo federal para “garantir o funcionamento da logística nacional de abastecimento”.

“A preocupação continua. As fronteiras precisam estar livres para o transporte de cargas e suprimentos. Essa preocupação é constante e até mesmo na Europa isso tem sido absolutamente respeitado”, explica Ibiapaba Netto, diretor-executivo da Associação Nacional
dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR), uma das entidades que assina a carta.

Ainda de acordo com o documento, caso os estivadores sindicalizados tivessem, de fato, paralisado o Porto de Santos, haveria “elevadas chances” de “disparar processo em cadeia nos demais portos, destruindo empregos e afundando o país em um ‘efeito dominó’ cujos prejuízos são incalculáveis neste momento”.

Confira a íntegra da carta:

CARTA ABERTA DO SETOR PRODUTIVO PANDEMIA DO CORONAVÍRUS (COVID-19)

Brasília,18 de março de 2020

Aos Excelentíssimos Senhores,

Jair Messias Bolsonaro – Presidente da República Federativa do Brasil

Tarcísio Gomes de Freitas – Ministro de Estado de Infraestrutura

As entidades abaixo assinadas, que representam as mais importantes cadeias produtoras de alimentos, fibras e energia do país, solicitam apoio do Governo Federal no sentido de garantir o funcionamento da logística nacional de abastecimento.

Especialmente do Porto de Santos diante da ameaça de paralisação por parte do Sindicato dos Estivadores de Santos, São Vicente, Guarujá, Cubatão e Guarujá. Entendemos que o governo federal e as autoridades constituídas têm trabalhado no sentido de atender as medidas necessárias para mitigar risco de contágio.

Tais orientações e medidas, em nosso entender, devem ser prontamente atendidas não apenas para que se preservem questões humanitárias, bem como evitar uma crise sem precedentes para o nosso País. Caso os estivadores sindicalizados cheguem a paralisar o Porto de Santos há elevadas chances de essa ação disparar processo em cadeia nos demais portos, destruindo empregos e afundando o País em um “efeito dominó” cujos prejuízos são incalculáveis neste momento.

Entendemos que a interrupção das atividades portuárias vai na contramão do que tem sido praticado em nações cujo o impacto do coronavírus tem sido ainda mais grave do que o verificado no Brasil. Todos os esforços têm sido no sentido de garantir o livre trânsito de mercadorias, sejam alimentos, combustíveis, medicamentos ou insumos necessários para a produção e para a manutenção do abastecimento das populações ao redor do mundo.

Com votos de que superemos de forma mais breve este difícil momento,

Nossos cumprimentos,

Assinam este documento:

ABAG – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO AGRONEGÓCIO

ABBA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA BATATA

ABCS – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CRIADORES DE SUÍNOS

ABCZ – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES DE ZEBU

ABIEC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNE

ABIFUMO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DO FUMO

ABIMAQ – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

ABIOVE – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DE ÓLEOS VEGETAIS

ABIPESCA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DE PESCADOS

ABPA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PROTEÍNA ANIMAL

ABRAFRIGO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FRIGORÍFICOS

ABRAMILHO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PRODUTORES DE MILHO

ABRAPA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PRODUTORES DE ALGODÃO

ABRASS – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PRODUTORES DE SEMENTES DE SOJA

ACRIMAT – ASSOCIAÇÃO DOS CRIADORES DE MATO GROSSO

ALCOPAR – ASSOCIAÇÃO DE PRODUTORES DE BIOENERGIA DO ESTADO DO PARANÁ

AMPA – ASSOCIAÇÃO MATOGROSSENSE DOS PRODUTORES DE ALGODÃO

APROSMAT – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE SEMENTES DE MT

APROSOJA – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE SOJA DE MATO GROSSO DO SUL- MS

APROSOJA BR – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PRODUTORES DE SOJA

APROSOJA MT – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE SOJA E MILHO DO ESTADO DE MATO GROSSO

CECAFÉ – CONSELHO DOS EXPORTADORES DE CAFÉ DO BRASIL

CITRUS BR – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS EXPORTADORES DE SUCOS CÍTRICOS

CROPLIFE BRASIL

FAEP – FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA DO ESTADO DO PARANÁ

FAESP – FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA DO ESTADO DE SÃO PAULO

FAMATO – FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO MATO GROSSO

FIESP – FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

FENSEG – FEDERAÇÃO NACIONAL DE SEGUROS GERAIS

FNS – FÓRUM NACIONAL SUCROENERGÉTICO

IBÁ – INDÚSTRIA BRASILEIRA DE ÁRVORES

OCB – ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS BRASILEIRAS

ORPLANA – ORGANIZAÇÃO DE PLANTADORES DE CANA DA REGIÃO CENTRO SUL DO BRASIL

SICREDI – CONFEDERAÇÃO DAS COOPERATIVAS DO SICREDI

SINDAN – SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE PRODUTOS PARA SAÚDE ANIMAL

SINDICERV – SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CERVEJA

SINDIRAÇÕES – SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL

SINDIVEG – SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE PRODUTOS PARA DEFESA VEGETAL

SRB – SOCIEDADE RURAL BRASILEIRA

UNEM – UNIÃO NACIONAL DO ETANOL DE MILHO

UNICA – UNIÃO DA INDUSTRIA DE CANA-DE-AÇÚCAR

UNIPASTO – ASSOCIAÇÃO PARA O FOMENTO À PESQUISA DE MELHORAMENTO DE FORRAGEIRAS

VIVA LÁCTEOS – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LATICÍNIOS

Fonte: Revista Globo Rural

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Acesse Notícias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️